Confira os 10 itens mais importantes nas vistoria de imóveis 22 Dec 2018


Então chegou o grande momento? Você comprou um apartamento na planta, aguardou longos meses e agora vai finalmente receber as suas chaves? Muita calma nessa hora! Ainda resta um importante evento que você precisa superar, a vistoria de aceite da unidade.

Isso mesmo, vistoria de aceite da unidade. A incorporadora, antes de fazer a entrega oficial do seu apartamento, precisa que você aceite e receba oficialmente a unidade. Essa formalização do recebimento se dá com a sua assinatura no Termo de Vistoria e Aceite da Unidade. O nome do documento pode variar, mas o conceito de aceite e recebimento formal é sempre o mesmo.

Mas como fazer a vistoria? Leia esse artigo, entenda o que deve ser avaliado e como realizar a vistoria em seu novo apartamento. Confira os 10 itens imprescindíveis para a correta vistoria de imóveis e como não cair em armadilhas. Vamos lá!

1) Agendamento da vistoria.

A incorporadora, durante a fase final de execução da obra, entrará em contato com você para agendar a vistoria. Neste momento, mantenha a calma e não se deixe levar pela empolgação e ansiedade para receber logo seu novo apartamento. Reserve ao menos meio período de um dia seu para esse evento. Isso permitirá que você realize a vistoria com o critério que o evento precisa.

Lendo atentamente esse nosso artigo, você será capaz de realizar a vistoria em seu imóvel sozinho, porém, se mesmo assim não se sentir preparado, você sempre pode levar um arquiteto, engenheiro ou mesmo contratar uma empresa especializada para te acompanhar. No momento da vistoria, tome nota e registre tudo que estiver irregular.

Quando chegar o dia, não deixe de levar papel e caneta, trena, nível, balde, vassoura, lâmpada com luminária e o seu carregador de celular. Esse será o seu “kit vistoria”. Não se preocupe, lendo o artigo você entenderá o porquê de cada acessório.

2) Memorial de acabamentos.

Antes de realizar a vistoria, releia integramente seu contrato com a incorporadora, afinal, provavelmente faz bastante tempo que você assinou e já não lembra de tudo que tem lá, certo? É parte integrante de seu contrato, o memorial de acabamentos do empreendimento. Não deixe de ler com antecedência e levar esse documento durante a vistoria.

O memorial de acabamentos possibilitará que você avalie os equipamentos e especificações “prometidos” no momento da compra em relação ao que de fato está sendo entregue. Você verá nos próximos itens a importância do memorial durante a realização da vistoria.

3) Planta da unidade.

Também é parte integrante de seu contrato a planta tipo da sua unidade. Não deixe levá-la com você para a vistoria.

A planta tipo permitirá que você meça e compare com as dimensões reais, neste momento entra em ação a trena que falamos no item 1. Especificamente quanto as dimensões de sua planta, é importante salientarmos dois pontos:

  • As medidas representadas na planta possivelmente são de eixo a eixo de parede. Certifique-se sobre isso, essa especificação deve estar no carimbo da planta. Se realmente as dimensões em planta estiverem representadas de eixo a eixo, obviamente, as medidas serão diferentes das medidas reais internas que você medirá no local de face a face das paredes. Mas como fazer para averiguar as medidas nesse caso? Simples, desconte sempre a dimensão da largura de uma parede, que é aproximadamente 15cm.
  • As medidas reais podem ser divergentes das medidas de projeto em até 5%. Essa variação é prevista em lei, portanto, se estiver dentro dessa margem, não se preocupe. São pequenas variações que ocorrem durante a execução da obra. É normal em construção civil.

4) Paredes, pintura e gesso.

As paredes devem estar limpas, planas, sem fissuras e pintadas conforme especificação do memorial de acabamentos. Abra todos as janelas e acenda as luzes, a claridade permitirá que você enxergue melhor a qualidade da obra.  Se a unidade estiver sem lâmpadas instaladas, você pode usar a luminária do seu próprio kit.

Observe atentamente se as paredes e os forros de gesso estão regulares e planos. Se notar uma possível irregularidade, utilize o medidor de nível do seu kit para confirmar.

Pegue a sua trena e meça as dimensões das paredes conforme nossa orientação no item 3.

5) Pisos e azulejos.

Os revestimentos devem estar limpos, sem fissuras, com a mesma tonalidade e uniformemente assentados. Verifique se atendem as especificações do memorial de acabamentos.

Durante a verificação dos revestimentos entrará em ação a sua vassoura. Utilize o cabo vassoura ou algo similar para bater levemente nos pisos e azulejos. Escute atentamente o som da batida, se for um som oco, é sinal que o revestimento não foi bem assentado e pode desplacar com o tempo. Neste caso, solicite o reassentamento das peças com problema. Não esqueça de anotar e registrar as peças que devem ser substituídas.

6) Portas e janelas.

Verifique visualmente com o ambiente bem iluminado se não há manchas, arranhões ou respingos de tinta nas portas e janelas. Consulte novamente seu memorial de acabamentos e constate se as esquadrias, vidros, ferragens, maçanetas e fechaduras atendem as especificações contratadas.

Abra e feche todas as portas e janelas. Os movimentos devem ocorrer de forma suave, sem ruídos e sem raspar no piso, trilhos e batentes. Neste momento, aproveite para travar e destravar todas as portas verificando se as fechaduras funcionam corretamente. Exija todas as chaves, você pagou por isso!

7) Instalações elétricas.

Volte ao seu memorial de acabamentos e verifique se os espelhos, tomadas e interruptores atendem as especificações. Confira também se todas as tomadas, interruptores previstos em projeto foram devidamente instalados. Não se esqueça do interfone, ele deve estar instalado e funcionando. Abra o quadro de força e verifique se todos os disjuntores foram instalados e funcionam corretamente. Ligue e desligue cada um deles.

Pegue o carregador de celular em seu kit. A maneira mais fácil de testar as tomadas é conectando o carregador. Para o teste das tomadas você também pode usar a sua luminária, o importante é testar se todas as tomadas da unidade estão funcionando.

Provavelmente os soquetes das lâmpadas não serão entregues, se este for o caso, deixe registrado junto a incorporadora que não foi possível testar a iluminação e os interruptores e qualquer defeito será responsabilidade integral deles. Se a sua unidade for entregue com os soquetes, utilize a lâmpada da sua luminária para os testes.

8) Instalações hidráulicas.

Como de costume, veja se todos os registros, torneiras e louças sanitárias atendem ao memorial de acabamentos.

Teste todos os registros e torneiras, eles devem abrir e fechar facilmente e não podem apresentar vazamentos. Abra e deixe funcionar por um tempo, observe se não há vazamentos. Quando fechar, o fluxo de água deve ser estancado totalmente, observe se não há gotejamento.

Verifique todos os vasos sanitários, confira se estão bem vedados na junção com o piso. Teste a descarga por algumas vezes, veja se o fluxo de água é suficiente para a descarga completa. Fique atendo a possíveis vazamentos.

Examine todos os ralos da unidade. Veja se não estão quebrados ou entupidos. Essa é a hora de usar aquele balde em seu kit vistoria. Jogue um bom volume de água nos ralos e observe se o esgotamento ocorre adequadamente. Atenção, é comum as construtoras deixarem detritos de obra dentro da tubulação, portanto não deixe de checar se todos os ralos estão totalmente desobstruídos e funcionando adequadamente.

Outro ponto importante é o caimento. O piso deve apresentar caimento em direção ao ralo. Jogue um balde de água e veja se o fluxo corre para o ralo e não empoça em nenhum canto.

9) Vaga de garagem.

Se você comprou um apartamento com vaga de garagem determinada, não se esqueça de descer na garagem e averiguar a sua vaga. Pegue novamente sua trena e veja se a vaga apresenta as dimensões previstas em projeto. Veja também se o posicionamento da vaga na garagem está conforme o que você comprou.

Não se esqueça de verificar se a área de manobra é adequada para o acesso a sua vaga. A melhor maneira de testar é usando o seu próprio carro.

10) Relatório da vistoria.

Lembre-se de registrar todos os itens verificados em seu relatório. Anote todas as solicitações de reparo e faça também o registro fotográfico de tudo. Você vai precisar desse relatório de vistoria para verificar se todos os reparos solicitados foram devidamente executados quando retornar para a próxima vistoria.

Lembre-se de manter a calma e não se deixar levar pela empolgação em receber logo o seu novo apartamento. Não deixe de solicitar todos os reparos necessários mesmo que isso postergue por algumas semanas a entrega da sua unidade.

Esses são os principais itens a serem avaliados quando chegar o momento de vistoria e aceite para a entrega de chaves.

Esperamos te ajudar a fazer uma vistoria correta e fugir das armadilhas.

Bons negócios imobiliários!

Conte sempre conosco!

Fonte: Melhores apartamentos