Juventude Dita As Novas Tendências Do Mercado Imobiliário 15 Mar 2019


Jovens buscam por apartamentos menores, com custos de condomínio reduzidos, próximos a seus afazeres e plantas versáteis.

As tendências do mercado imobiliário estão mudando. Se há vinte anos considerava-se adulta uma pessoa com 23 anos, casada, com filhos, um emprego estável e fixo e um imóvel próprio, hoje o indivíduo jovem tem 28 anos, não tem filhos, trabalha em home office e prefere os transportes alternativos a ter o próprio carro.

Segundo Marcos Moron Júnior, de 27 anos, engenheiro de produção e pós-graduando em Gestão de Projetos, “o jovem hoje busca imóveis menores. Meus pais moram numa casa muito grande e eu vejo isso como uma prisão, muitas vezes. Você manter uma casa daquele tamanho pode ser um transtorno. Então apartamentos menores chamam mais nossa atenção”.

Com novos hábitos de consumo, o novo consumidor prefere plantas flexíveis, divisórias transparentes ao invés de paredes, menos taxas de condomínio, menos vagas na garagem, menos metragem e itens mais compactos de lazer. O novo consumidor busca por produtos e empreendimentos dos quais ele possa fazer parte, além de investir dinheiro. Com rotinas mais agitadas e imprevisíveis, grande presença na nuvem e grande interesse em experiências, viagens, inovação e tecnologia, o dinamismo e a versatilidade no mercado imobiliário são cruciais...

(Fonte: Pesquisa DataStore)