Trocas de imóveis em alta no mercado imobiliário 05 Jan 2019


O brasileiro, como sempre, busca alternativas para driblar a crise e com o mercado imobiliário não seria diferente.

Além de ter diversas particularidades, este mercado exige que a economia esteja gerando empregos e com estabilidade para ser impactado de maneira positiva. O mesmo vale com o mercado desaquecido que diminui o crédito, aumenta os juros e complica a situação de quem quer comprar.

Dito isto, temos a troca em negociações imobiliárias com alta procura. Isso significa que se a pessoa não consegue vender o seu imóvel para efetuar uma outra aquisição, ela prefere encontrar alguém que aceite seu imóvel como parte de pagamento e assim consegue atingir seu objetivo.

Seja para quem esteja com dificuldades financeiras ou para quem aumentou a família e precisa de um local maior, a troca é sempre bem vinda. Conhecida como permuta imobiliária, ela acaba sendo um pouco mais complexa pois depende da pessoa que tiver interessada pegar o seu imóvel como parte de pagamento.

Um dos maiores problemas nesse caso é a excessiva valorização do imóvel por uma das partes e que normalmente desvaloriza o que estiver comprando para obter vantagens. A verdade é que hoje os valores de mercado são de fácil acesso e é necessário existir bom senso de ambas as partes para que o negócio aconteca.

O corretor imobiliário, que atua como o intermediário da situação, tem meios e maneiras de avaliar ambos os imóveis de maneira técnica a fim de fazer a transação de forma “justa” para ambos os lados.

Devemos entender também que muitas vezes uma das partes, devido a estar com a situação financeira “apertada”, acaba cedendo na negociação. É bom lembrar que isso é uma situação específica. A troca de imóveis deve ser vista de maneira positiva, trazendo uma outra opção aos que querem pegar o valor para investir em um outro imóvel.

Nos últimos anos a oferta de imóveis estava bem maior que a demanda, assim sendo podemos entender que as chances de encontrar um imóvel dentro do que procura para permuta e que aceite o seu como garantia aumenta nesses casos.

Entendendo os perfis de quem está negociando, ambas as partes estando com as documentações e certidões dos imóveis em dia, será favorável para que o negócio seja concluído em segurança e que o objetivo final seja alcançado.

Como a tendência para 2019 é um aquecimento nesse mercado, devemos observar uma procura menor por permuta e maior para a venda direta. De qualquer forma esta modalidade não deixa de ser importante para o complexo mercado imobiliário.