158 Imóveis para Temporada - ES

Avenida Meaípe, 2 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 3 Quartos, 96m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 1 1 96 0
Avenida Donário de Jesus, 114 - Meaípe, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 2 Quartos, 80m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 1 2 80 0
Avenida Meaípe, 22 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 3 Quartos, 96m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 1 1 96 0
Alameda Atlântida, 55 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada/Venda com 3 Quartos, 96m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 1 1 96 96
Avenida Beira Mar, 538 - Praia do Morro, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 3 Quartos, 170m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 1 2 170 0
Avenida Vinã Del Mar, 686 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada/Venda com 3 Quartos, 120m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 1 2 120 120
Avenida Vinã Del Mar, 572 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Cobertura para Temporada com 4 Quartos, 120m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 3 1 3 120 0
Rua Getúlio Coutinho, 810 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 2 Quartos, 70m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 1 1 70 0
Avenida Meaípe, 103 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Casa para Temporada com 3 Quartos, 150m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 2 2 5 150 720
Alameda Las Palmas - Nova Guarapari, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 1 Quartos, 40m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 1 1 1 40 0
Avenida Vinã Del Mar, 1234 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Cobertura para Temporada/Venda com 3 Quartos, 204m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 2 1 0 204 0
Rua Um, 86 - Balneário de Meaípe, Guarapari - ES

Cobertura para Temporada com 3 Quartos, 140m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 2 1 1 140 0
Avenida Beira Mar, 538 - Praia do Morro, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 3 Quartos, 100m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 1 1 100 0
Rua Dejanira Leal, 171 - Meaípe, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 2 Quartos, 70m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 1 1 70 70
Rua M Um A, 45 - Nova Guarapari, Guarapari - ES

Casa para Temporada com 4 Quartos, 200m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 1 2 3 200 360
Alameda Piriápolis - Enseada Azul, Guarapari - ES

Casa para Temporada com 5 Quartos, 300m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
5 5 1 5 300 360
Rua Dejanira Leal, 171 - Balneário de Meaípe, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 2 Quartos, 60m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 1 1 60 70
Avenida Vinã Del Mar, 686 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 3 Quartos, 120m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 1 2 120 120
Avenida Beira Mar, 2100 - Praia do Morro, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada com 3 Quartos, 95m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 1 1 95 95
Rua Sete, 230 - Balneário de Meaípe, Guarapari - ES

Casa para Temporada com 3 Quartos, 250m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 2 1 3 250 250
Avenida La Paloma - Enseada Azul, Guarapari - ES

Casa para Temporada/Venda com 2 Quartos, 65m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 2 1 1 65 65
Rua Um, 86 - Balneário de Meaípe, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada/Venda com 2 Quartos, 60m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 1 1 60 0
Avenida Vinã Del Mar, 650 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Cobertura para Temporada/Venda com 3 Quartos, 130m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 1 2 130 0
Alameda Piriápolis, 659 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Casa para Temporada com 3 Quartos, 200m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 2 2 200 360
Alameda Ramires, 1542 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Cobertura para Temporada com 3 Quartos, 140m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 2 1 1 140 140
Rua Getúlio Coutinho, 674 - Enseada Azul, Guarapari - ES

Apartamento para Temporada/Venda com 2 Quartos, 70m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 1 1 70 140

Conheça o Espirito Santo, Brasil e todas suas 158 oportunidades imobiliárias região.

Espirito Santo é um Estado brasileiro, as cidades onde temos mais opções de imóveis para Aluguel temporada são: Guarapari, Anchieta. Outros opções de Estados são: SC, ES, SP, RJ, CE, PB.

Veja também outros tipos de imóveis para Temporada em - ES:

Imóveis para Temporada - ES

Direto nos deparamos com perguntas do tipo: Vocês podem montar um roteiro sobre o que fazer no Espírito Santo pra mim? Temos várias dicas legais por aqui, por isso resolvemos fazer este post com um roteiro de 5 a 7 dias pelo estado, claro que ainda irá faltar muita coisa, mas já dá pra ver o essencial para se apaixonar.

Primeiramente, o Espírito Santo é um lugar que encanta todos, tendo praias, montanhas, culinária de primeira, tradição, história e muito mais, coisa que pouca gente não conhece. E aqui você encontra hospedagens com os melhores preços em Vitória. Vale dizer que Vitória é ideal ser seu ponto base na região Metropolitana, na qual chamamos de Grande Vitória, afinal.

Nosso roteiro consiste em mostrar alguns lugares que são parada obrigatória, além de lugares poucos conhecidos pelos turistas. Vale lembrar que os meses que mais chove são entre outubro e dezembro. Janeiro pode cair uma chuvinha ou outra, mês de março pode acontecer algumas pancadas de chuvas também. Outro ponto importante: Para realização desse roteiro, é necessário ter carro. Dá para fazer quase tudo de ônibus, mas o tempo é será mais demorado. Por isso, indicamos fazer a cotação de aluguel de carro aqui, com os melhores preços do Estado.

A capital capixaba é linda, cheia de histórias. Com certeza você já deve ter visto uma panela de barro na vida, né? Vamos começar nosso roteiro no Galpão das Paneleiras, por lá você acompanha de perto a produção de panelas de barro de perto. Ainda é possível fazer sua própria panela. Mas pra isso, é necessário ver com elas em quanto tempo ficará pronta. Normalmente é algo de 3 dias para o processo final.

Gosta de história? O centro histórico de Vitória é muito rico, é um programa que ocupa 2 ou 3 horas do seu roteiro, isso se você for conhecer todos os lugares.

Hora do almoço você pode provar a legitima moqueca capixaba em algum restaurante da Ilha das Caeiras. A ilha das Caeiras é um lugar simples, mas é um berço da gastronomia capixaba. E por falar em Gastronomia, o blog Caixa de Viagens tem um artigo falando dos melhores restaurantes de Vitória.

Se quiser algo mais sofisticado, o Hotel Senac Ilha do Boi conta com almoço diariamente. Além do menu ser bem farto, o hotel tem uma visão magnífica da cidade, sendo o mais famoso e tradicional da cidade.

Na parte da tarde, você pode conhecer  o Projeto Tamar, Parque Botânico Vale ou o Parque Pedra da Cebola.

Já para programa noturno, a rua da Lama e o Triângulo das Bermudas são dois lugares boêmicos, repleto de bares tradicionais e jovens da cidade. Nos blogs Guia Capixaba e Aline Approves  você encontra várias opções muito boas de onde comer.

Como falei acima, pode fazer de Vitória sua base. A cidade conta com mais variedade e ofertas de hotéis do que sua vizinha Vila Velha.´

Opções de hostel, recomendo muito o Guanaaní e o Jerê Hostel, ambos localizados no centro e com notas bem boas no booking. Eu já conheço o Guanaaní e confio de olhos fechados, é um casarão de 1824, coisa linda!

O Ibis Vitória Praia de Camburi é uma das melhores opções para padrão 3 estrelas. Está numa área ótima, próxima do aeroporto, de frente pra praia, dos pontos noturnos e comércio geral. O Bristol Alameda Vitória também é um hotel ótimo. Ambos são próximos um do outro.

Na categoria 4 estralas tem o Golden Tulip Vitória, com vista maravilhosa dos quartos. Hotel de fácil acesso a tudo da cidade.

A principal ligação de Vitória x Vila Velha se dá pela famosa 3° ponte, um dos lugares lindos para ver a ilha.

É em Vila Velha que está o principal ponto turístico capixaba: O Convento da Penha, obrigatório no seu roteiro do que fazer pelo Espírito Santo. O lugar é maravilhoso, com um visual incrível, além de fé e história rica. Você ainda pode acompanhar alguma das missas que acontecem ao longo do dia.

A fábrica de chocolates Garoto está situada na cidade também. Apesar da qualidade dos chocolates terem caído após Nestlé, é um lugar interessante para conhecer. Você pode marcar uma visita técnica para conhecer a fábrica, além de conhecer o museu Garoto e a Lojinha da Garoto (a lojinha não é mais barato que demais locais, mas é interessante que você pode comprar bombons da caixa separadamente).

A loja  Garoto é o 2º ponto turístico mais visitado no Estado, provando ser um dos lugares mais legais para o que fazer em Vila Velha.

Vila Velha conta com praias belíssimas, uma delas é a Praia da Costa. Se estiver na região, não deixe de conhecer a praia secreta e o farol de Santa Luzia. Encontre hospedagem em Vila Velha com os melhores preços.

O Museu Vale é um dos cantinhos que gosto muito da cidade. Por lá, você conhece a história da estrada de ferro Vitória x Minas, entra numa Maria Fumaça de verdade e ainda tem um restaurante bem charmoso que é num vagão de trem.

Mas se você tem espírito jovem, que tal fazer uma trilha? O Morro do Moreno é uma dos lugares mais famosos da região metropolitana, para chegar ao topo, requer fazer uma trilha de aproximadamente 30 minutos. Mas no final compensa. Eu recomendo muito ir ao entardecer. É fantástico. Não é aconselhável ir sozinho.

Na cidade da Serra, região metropolitana de Vitória é uma boa para quem busca por praias, gastronomia e histórias. No litoral da cidade, os balneários de Manguinhos e Nova Almeida costumam ser os melhores pontos de parada. Manguinhos é uma vila com um clima bucólico, tanto que ainda existem várias ruas sem asfalto. Fora que os restaurantes dali são excelentes para quem aprecia boa gastronomia, assim sendo, deixando a experiência gastronômica ainda melhor.

No caminho de Manguinhos e Nova Almeida, a Casa de Pedra, em Jacaraípe é uma ótima atração. A história se resume no artista Neusso que construiu uma casa de pedra, hoje o local é um “Museu” com vários objetos feito de madeira disponíveis até para venda. No entanto, a rua vem ganhando vários outros artistas, e vale tirar um tempinho para conhecer algum deles.

Já em Nova Almeida, podemos conhecer as falésias, a igreja Reis Magos, que tem um mirante com um vista linda. O famoso quindim e o picolé de itu são bem famosos, dessa forma, se estiver com tempo, vá conhecer.  Existem várias capixabas que saem de Vitória no final de semana apenas para comer essas delícias.

Já no outro lado da cidade, podemos encontras as famosas Formigas Bordadeiras. O lugar é cheio de “mistérios”. É uma casa onde existem algumas árvores e formigas que desenham imagem da santa Nossa Senhora, além disso, “escrevem” versículos bíblicos. A história é bem interessante e te faz pensar em muita coisa. Para quem gosta de turismo religioso,  é provável que curta essa história.

Se você estiver com tempo sobrando, conhecer Serra e Aracruz pode ser um casamento perfeito no seu roteiro pelo Espírito Santo. Aracruz conta com praias lindas, tem duas etnias de índios e um passeio bem legal de escuna. Conhecer as histórias dos índios é bem interessante. Eles tentam manter sua tradições em conservar a natureza, mas a cidade conta com algumas empresas grandes que fazem tudo o contrário, só poluição e desmatamento.Em resumo:  É uma “luta” bem delicada. Eles sabem o quanto a natureza só traz benefícios para os seres…  Visitar uma aldeia indígena pode ser uma ótima opção, principalmente para saber mais sobre a cultura e história deles. Poucas pessoas sabem que é um passeio legal e desconhecem sobre o que fazer no Espírito Santo, mas garanto que é um passeio riquíssimo.

Agora, se quiser conhecer as praias mais famosas do Espírito Santo, Guarapari é a pedida ideal. É em Guarapari que está o Parque Paulo César Vinha, tendo como espetáculo uma lagoa para se refrescar. A cidade saúde como é conhecida, é o município que mais recebe turistas ao longo do ano. A cidade é uma maravilha, mas em baixa temporada (fora do verão), porque na alta temporada é impossível transitar na cidade. Tem trânsito, muita gente, praias lotadas, preços muito mais caros, enfim.

A cidades está cerca de 60 Km da capital, mas vale a pena fazer o bate e volta. Encontre opções de hospedagem em Guarapari com os melhores preços.

Iriri é o distrito mais charmoso o litoral sul. Ele fica bem pertinho de Guarapari, cidade vizinha. Em Iriri podemos encontrar 4 praias calmas, boa gastronomia e uma rede muito bacana de pousadas e hotéis. O distrito faz parte do município de Anchieta, tem um clima mais bucólico, lembra até cidadezinha do interior. É um paraíso no litoral sul e uma ótima dica para incluir no seu roteiro sobre o que fazer no Espírito Santo. Na alta estação costuma receber um fluxo maior de turistas, mas não tanto quanto Guarapari.

Se você já prefere o clima ameno, Pedra Azul , localizado em Domingos Martins, nas montanhas capixabas é a pedida perfeita. O Lugar já foi considerado pela ONU como o 3° melhor clima do mundo, portanto, tem um clima bem mais romântico.  Mesmo no verão, a cidade tem temperaturas mais baixas. É delícia! Na cidade ainda encontramos o hotel fazenda mais completo do Estado, o China Park. É o único lugar com teleférico, tem tirolesa, piscinas termais, enfim.

Pedra Azul está cerca de 1h20m de Vitória e vale a pena explorar a região com mais tempo. É sem dúvida um ótimo destino para o que fazer no Espírito Santo, sem dúvidas!

Ahh!! O Caparaó é um lugar incrível, são cerca de 4horas de viagem da capital até a região. Mas para quem curte mais natureza e cachoeira,  é a melhor opção do estado. No Caparaó que  está o ponto mais alto da região sudeste. E conta com lugares dignos de filmes, viu?

Lugares como vale encantado e hidrolândia são de tirar o fôlego. A região conta com pousadinhas simples, mas que atendem bem. Se tiver com tempo e carro, inclui Caparaó no seu roteiro para o que fazer no Espírito Santo, não vai se arrepender. No entanto, você precisaria de pelo menos 3 dias.

O que fazer em Vitória – Espírito Santo! Praias, montanhas, construções históricas e religiosas, parques, mirantes, muita moqueca e torta capixaba. Hoje vamos dar dicas para você planejar um roteiro de viagem abrangendo todo encanto desta cidade.

Vitória é uma das três capitais que está em uma ilha brasileira. Tanto é, que uma viagem para Vitória se assemelha muito a uma viagem para o Rio de Janeiro. Claro, cada cidade com suas particularidades e Vitória saindo na frente com seu ótimo custo-benefício de viagem. E é curioso um lugar tão incrível como esse ser tão pouco explorado pelos viajantes e turistas brasileiros.

Tenho certeza que esta matéria vai despertar em você uma vontade de conhecer não só Vitória, mas também o belo estado do Espírito Santo.

Uma das atrações mais famosas da cidade, é a Praia de Camburi. Ela é considerada a maior praia de Vitória e tem um calçadão excelente para quem gosta de praticar esportes ou apenas fazer uma caminhada.

Como não é uma praia muito frequentada para banho, aconselho a verificar sempre as placas e se o local é próprio. E em dias bonitos vale a pena caminhar até o Píer de Iemanjá e encontrar algumas tartaruguinhas por lá. Sem dúvida um atrativo a parte!

O que fazer em Vitória - Calçadão e Praia de Camburi

Praia de Camburi

Passeio histórico e obrigatório para fazer em Vitória! O Palácio Anchieta é uma das sedes mais antigas do governo brasileiro e lá está o poder executivo do estado do Espírito Santo. Em frente ao Palácio Anchieta você ainda encontra e admira a vista do Porto de Vitória.

O Palácio Anchieta está aberto para visitas de terça a sexta, das 9h as 17h. E aos finais de semana somente até as 16h.

Existe também uma opção de visita guiada, realizada somente no primeiro pavimento. O guia conta a história do palácio, fala sobre os achados arqueológicos, apresenta o gabinete do governador e a antiga residência oficial.

A visita é rapidinha e dura em torno de 30 a 40 minutos.

Palácio Anchieta

O que fazer em Vitória ES – Palácio Anchieta

No centro histórico de Vitória, você pode conhecer o Theatro Carlos Gomes. Ele fica na Praça Costa Pereira e faz visitas guiadas gratuitamente.

O Theatro Carlos Gomes está com quase 90 anos desde sua inauguração e é a casa de espetáculos mais antigas ainda em funcionamento do estado do Espírito Santo.

Sem dúvida vale a pena conhecer este monumento no centro da cidade, sua história, a arquitetura, e se puder, aproveite para ver uma peça.

Quem não gosta de incluir atrativos gratuitos nos roteiros de viagens? O Parque Botânico Vale é uma ótima opção para passar o dia em Vitória e você não gastará nada para conhece-lo.

O Parque Botânico Vale conta com diversos atrativos de lazer, palestras e exposições de educação ambiental, trilhas ecológicas, lagos, parquinhos, biblioteca, palco de apresentações, espaço para oficinas, e muito mais.

Agora é só desfrutar deste espaço equivalente a 100 campos de futebol!

O que fazer em Vitória - Parque Botânico Vale

Tombada como patrimônio histórico municipal, a Basílica de Santo Antônio é um passeio que mistura história, arquitetura, paisagens e religião claro.

Ele está localizado na região sul da cidade de Vitória, e lá de cima é possível ter uma vista incrível da cidade. O monumento recebe turistas durante o ano todo, mas no Natal o número de visitantes aumenta significativamente para prestigiar a encenação da Paixão de Cristo.

Comer uma moqueca capixaba não poderia ficar de fora da nossa lista de sugestões sobre o que fazer em Vitória.

Na cidade você vai encontrar muitos restaurantes para viver esta experiência, mas a nossa recomendação é sem dúvida o restaurante Moqueca do Teresão lá na Ilha das Caierias.

Posso afirmar que lá foi o lugar que a moqueca capixaba realmente nos surpreendeu de verdade, neste bairro distante, da periferia de Vitória, a Ilha das Caieiras.

Ainda em dúvida sobre o que fazer em Vitória? Que tal fazer com suas próprias mãos uma panela de barro e ainda poder levar ela para sua casa?

Uma das maiores atrações culinárias do Espírito Santo é sem dúvida a moqueca capixaba, e junto com essa tradição temos a panela de barro como um dos maiores ícones do estado.

Conhecendo as Paneleiras de Goiabeiras será possível fazer uma imersão completa e envolver-se na cultura do estado. Além disso você poderá acompanhar todo o trabalho das paneleiras desde a moldagem até à queima. E quem tiver interesse, poderá fazer a sua própria panela. A atividade deve ser agendada e custa apenas R$ 10 por pessoa.

Endereço Paneleiras de Goiabeiras: Rua das Paneleiras, 55

O que fazer em Vitória - Paneleiras

Amanda fazendo sua própria panela de barro

Reserve pelo menos duas horinhas da sua viagem para conhecer o Parque Pedra da Cebola, um dos mais conhecidos de Vitória.

Os parques são lugares agradáveis para passear na cidade e melhor ainda por ser um passeio totalmente gratuito.

O Parque Pedra da Cebola é super bem cuidado, são mais de 100 mil metros com Mata de Restinga, Mata Atlântica e vegetação rupestre nativa do local.

Lá você vai encontrar parquinhos, gramados, espaço para praticar esportes, áreas para caminhadas e corridas, animais soltos como tartarugas, patos, gansos, coelhos, hamsters.

O que fazer em Vitória - Parque Pedra da Cebola

Parque Pedra da Cebola

Além de todas as praias maravilhosas da cidade, este é um lugar incrível para prestigiar o pôr do sol de Vitória.

A Praça do Papa fica na Enseada do Suá, uma das áreas mais nobres do Espírito Santo. E de lá é possível apreciar a baía de Vitória, o Convento da Penha, entre outras belas paisagens.

Por último, para completar a lista de sugestões com o que fazer em Vitória, vamos falar das praias.

Todo mundo conhece Vitória por suas belas praias, mas na realidade as melhores estão espalhadas por todo o estado do Espírito Santo.

Na realidade em Vitória temos poucas opções de praias atrativas, com aquele mar e areia que todo mundo deseja curtir. Vale a pena alugar um carro e explorar a região como um todo.

O Píer Vitória Hotel (diárias a partir de R$ 170) tem 3 estrelas e sua localização é ideal à beira-mar. Seu padrão é executivo, com 64 quartos elegantes, academia, café da manhã incluso e uma bela vista da Praia de Camburi.

O Praia do Canto Apart Hotel (diárias a partir de R$ 140) está a 700 metros da Praia do Canto e ele é perfeito para uma viagem em família. Tem piscina, vista para o mar de todos os apartamentos e algumas unidades possuem cozinha compacta equipada com micro-ondas.

O Bristol La Residence (diárias a partir de R$ 230) fica de frente para o mar e seu o maior atrativo é a área de lazer. O hotel conta com quadras poliesportivas, quadras de tênis, bocha, playground, salão de jogos adulto e infantil, piscina semi olímpica, piscina infantil, salão de beleza e estética (cobrados à parte), bar e lanchonete.

Quem me acompanha nas redes sociais sabe que em outubro eu fiz uma viagem super legal para o Espírito Santo, para participar do encontro de blogueiros chamado Pocando no ES. Foram quatro dias bem intensos, passando por várias cidades e vários lugares incríveis do estado. Antes eu me perguntava “O que fazer no Espírito Santo?” e logo pensava em praias. Depois dessa viagem eu descobri que há muito mais a explorar por lá e que as belezas capixabas deviam ser muito mais valorizadas.

Durante o evento nós conhecemos diversas praias, montanhas, hotéis e até uma aldeia indígena. Prova de que o estado oferece atrações para todos os gostos e que tem tudo para tornar sua viagem inesquecível! Então, se quiser uma dica de roteiro que foge um pouco do comum no Espírito Santo, dá uma olhada nas dicas a seguir:

O primeiro dia de viagem começou em Vitória, onde todo mundo se encontrou para irmos para o Hotel Fazenda China Park, que fica em Domingos Martins e é o maior do estado! Infelizmente nós acabamos atrasando um pouco e só conseguimos chegar lá perto de 16h, e as principais atrações fecham as 17h. Mas mesmo assim conseguimos andar no teleférico, descer na tirolesa e conhecer um pouco mais do local.

A tirolesa é a mais alta do Espírito Santo, e a terceira mais alta do Brasil! É uma experiência incrível, a vista é surpreendente e a sensação é muito boa! Você sobe no teleférico, chega ao mirante e desce na tirolesa, um combo para ninguém botar defeito. Se não quiser ir na tirolesa, pode subir e descer pelo teleférico.

Depois disso tomamos um café da tarde delicioso e fomos conhecer um pouco da estrutura do local. Há um parque aquático super legal com várias piscinas e toboáguas, piscinas aquecidas, cinema, passeio de trenzinho, espaço kids, lago e muito mais! Depois fomos para o quarto descansar um pouco e as 20h já era hora do jantar.

Um buffet delicioso com diversas opções para todos os gostos, incluindo sobremesas. E durante o jantar ainda estava rolando um bingo, que foi bem divertido mas nenhum dos blogueiros ganhou :'( Por fim, ainda fomos para um barzinho que fica dentro do China Park e terminamos nossa noite por lá. No dia seguinte tomamos um café da manhã bem farto e já era hora de ir embora.

Saímos do China Park e fomos direto para Pedra Azul. Se você está esperando a parte do roteiro que inclui as montanhas, aqui chegamos: Pedra Azul é uma região que pertence a Domingos Martins e tem várias atrações legais, principalmente para os amantes da natureza. Por lá é possível fazer trilhas, se hospedar nas montanhas e comer muito bem! Uma excelente opção para quem não curte praia ou quer conhecer o estado do Espírito Santo nas épocas frias do ano.

Tuia

Nosso passeio começou com um delicioso capuccino em um lugarzinho chamado Tuia. Pensa em um lugar fofo, fotogênico, cheio de arte, de flores e que parece ter saído de uma pintura… Sem falar que o capuccino estava uma delícia, assim como o chocolate quente!

De lá, a ideia era fazermos a trilha da rota do Lagarto, mas por diversos motivos acabamos fazendo esse trajeto de carro mesmo. A rota, que é considerada uma das mais românticas do país, ganhou esse nome pois de lá nós conseguimos ver um lagarto subindo a Pedra Azul. Pode ser difícil identificá-lo no começo, mas quando encontrar o ângulo certo você vai até achar que o lagarto é real.

Bristol Vista Azul

Paramos para fazer algumas fotos e depois fomos almoçar no Bristol Vista Azul, um hotel superlindo e perfeito para quem quer curtir o sossego das montanhas capixabas. A estrutura do local é incrível e eles oferecem tudo do bom e do melhor. O almoço não fica para trás. A comida estava deliciosa, assim como a sobremesa. E foi ótimo poder conhecer o hotel, principalmente porque nesse dia nos hospedamos no Bristol La Residence, em Vitória.

Abertura do Pocando no ES

Depois de comer, voltamos para Vitória para a abertura oficial do Pocando no ES, que aconteceu no Hotel Senac Ilha do Boi. Tivemos duas palestras muito interessantes sobre turismo e arte, com a artista plástica Deyse Resende, e sobre o mercado de blogs, com o especialista em marketing digital Franklin Rocha.

Caponata Gastrobar

Após as palestras nós fomos jantar no Caponata Gastrobar, que fica em Vila Velha. Um lugar aconchegante, com um atendimento excelente e uma comida divina. Comi uma picanha com arroz cremoso que eu nem sei explicar o quanto estava bom! E a sobremesa foi uma das melhores que já comi na vida, uma torta trufada de chocolate.

Além disso eles possuem muitas outras opções, de entradas, pratos principais e sobremesas. Também há muitas opções de bebidas, com sucos diferentes, vários drinks e cervejas. É um local que considero parada obrigatória para quem passar por Vitória ou Vila Velha.

Esse foi o primeiro dia oficial do Pocando no ES, já que tudo o que aconteceu antes da abertura foi um “pré-evento”. O dia foi cheio, passamos por vários lugares legais, fizemos muita coisa e comemos demais! Passamos grande parte do dia no município de Serra, que eu não conhecia e me surpreendi muito com o tanto de atrações que há por lá.

A primeira parada foi na Vila das Artes, em Jacareípe – Serra, onde fomos conhecer o Seu Neusso e a Casa de Pedra que ele mesmo construiu e morou lá por anos. Hoje a casa se tornou uma espécie de museu e é possível visitá-la e conhecer os trabalhos do artista. É um passeio bem interessante e a história do Seu Neusso é incrível! Ele é uma daquelas pessoas que você conhece por alguns minutos e admira pelo resto da vida.

Além disso, a Vila das Artes possui todo um circuito cultural, com vários ateliers e muitos artistas, que infelizmente não tivemos tempo de conhecer.

Manguinhos: Restaurante Maresias

Saindo da Vila das Artes nós fomos para a região de Manguinhos, e caminhamos um pouco na praia até chegarmos ao restaurante Maresias, onde fomos almoçar. Comemos com os pés na areia, bem pertinho do mar, uma delícia de lugar! Mas deliciosa mesmo estava a comida do Maresias, especialmente a moqueca — que é uma das cinco melhores do Espírito Santo! Se você for para essa região, não deixe de conhecer o restaurante e experimentar a famosa moqueca capixaba.

Nova Almeida: Praia das Falésias + Igreja dos Reis Magos

Depois de comer muito bem, nós fomos para a região de Nova Almeida, que também fica no município de Serra. Primeiro demos uma passadinha na praia das Falésias, um lugar lindo e super tranquilo. Era mais ou menos duas e meia da tarde de um sábado e não havia ninguém por lá, então acredito que essa seja uma boa opção para quem gosta de praias mais calmas, para relaxar bastante!

De lá, fomos conhecer a Igreja dos Reis Magos, uma construção jesuíta que possui mais de 400 anos! É um lugar lindo e com muita história, que você pode conhecer através de uma visita guiada. Durante todos esses séculos, os anexos da igreja funcionaram como residência, cadeia e fórum. E, além de tudo, há uma bela vista para a praia, já que está há 40 metros acima do nível do mar.

Quindim de Nova Almeida + Picolé de Itu

Já deu tempo do almoço fazer digestão? Talvez ainda não, mas já é hora da sobremesa! Ainda em Nova Almeida, fomos conhecer “O tradicional quindim de Nova Almeida”, um doce superfamoso em todo o estado. Os capixabas que estavam conosco disseram que tem gente que sai de Vitória aos finais de semana e viaja até a região apenas para comer a sobremesa. É realmente delicioso e vale muito a pena experimentar. Eles ainda vendem outros doces, então vai agradar a todos!

E logo ao lado está a Domingos Sorveteria, que vende um picolé também bastante famoso. Ele é conhecido como “picolé de Itu” por causa de seu tamanho. É delicioso, tem muitas opções de sabores e ainda tem a opção da cobertura de chocolate <3

Aracruz: Coqueiral Praia Hotel

Nosso próximo destino foi Aracruz, onde passamos rapidamente pela praia de Gramuté — que também é super calminha, com pouca gente e mar sem ondas!

Logo em seguida fomos para o Coqueiral Praia Hotel, onde ficamos hospedados e pudemos curtir um lugar maravilhoso, com show da Flávia Mendonça que foi demais! Esse hotel é incrível e uma ótima opção para casais e famílias. Nós ficamos pouco tempo, mas deu para curtir a piscina e o café da manhã, que foram super aprovados. Além disso, ele está na frente da praia, o atendimento é excelente, os quartos bem simples e confortáveis (com ar condicionado!) e todo o local é muito lindo!

Dia 4: passeio de escuna + aldeia indígena

O último dia de evento foi superespecial! Começamos com um passeio na escuna “Princesinha do Mar” pelo rio Piraqueaçu. Fomos até uma plataforma flutuante no meio do rio, onde pudemos nadar e foi uma delícia! Depois, a escuna nos deixou na aldeia indígena que também se chama Piraqueaçu, e esse foi um dos momentos mais incríveis de toda a viagem.

Tivemos a oportunidade de conversar com os índios, ver uma apresentação típica e ainda almoçamos uma comida deliciosa que eles fizeram para a gente. Mas essa experiência merece um post a parte, então em breve vou contar tudo em detalhes por aqui! Enquanto isso, leia o post que a Talita, do blog Me deixa ser turista, escreveu sobre a aldeia indígena!

E foi assim que terminou o Pocando no ES 3. Voltamos para Vitória e a maioria das pessoas já estava indo embora. Mas eu e mais algumas pessoas só iríamos embora no dia seguinte, então acabamos passando essa última noite em Vila Velha.

Vila Velha

Em Vila Velha nos hospedamos no Champagnat Praia Hotel, uma ótima opção na cidade, onde eu já havia ficado com minha família. Acabamos não fazendo muita coisa por lá, pois já estava um pouco tarde, mas o que não faltam são praias e lugares para conhecer. Eu recomendo muito a Praia da Costa, minha favorita por ali, além do famoso Convento da Penha — principal cartão postal da cidade.

Guarapari

E não poderia terminar esse post sem falar de Guarapari, que na verdade foi a primeira cidade dessa minha viagem. Eu estava esperando muito pouco da cidade e acabei me surpreendendo demais! Achei as praias bem bonitas, tranquilas e limpas, além de ter vários outros atrativos culturais e históricos. Em breve também farei um post com todas as atrações da cidade, mas enquanto isso vocês podem ler o que o Matheus escreveu no blog O baú do viajante: “Guarapari além das praias“.

Você que está a procura de um imóvel aqui, considere temporada imóveis em - ES não só como uma moradia, mas também como potencial investimento para o futuro. Sobre investimento, fique atento ao mercado de imóveis e suas centenas de oportunidades. Utilize os filtros de busca do Dreamcasa e encontre o imóvel que deseja na medida certa para você.