139 Imóveis para alugar - RN

Rua Doutor Osvaldo Fortes do Rego, 155 - Ponta Negra, Natal - RN

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 52m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 52 0
Rua da Lagosta, 466 - Ponta Negra, Natal - RN

Apartamento para Venda/Aluguel com 3 Quartos, 99m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 2 2 99 99
Rua Pastor Gabino Brelaz, 1397 - Capim Macio, Natal - RN

Apartamento para Aluguel com 4 Quartos, 137m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 2 5 2 137 137
Rua Professora Francisca IVone Cavalcanti, 203 - Ponta Negra, Natal - RN

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 54m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 54 54
Rua Professora Francisca IVone Cavalcanti, 75 - Ponta Negra, Natal - RN

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 54m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 54 62
Avenida Gastão Mariz de Faria, 1090 - Nova Parnamirim, Parnamirim - RN

Kitnet para Aluguel com 1 Quartos, 33m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 1 1 1 33 315
Rua Professor Olavo Lacerda Montenegro, 6591 - Nova Parnamirim, Parnamirim - RN

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 58m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 58 58
Rua Professor Olavo Lacerda Montenegro, 6591 - Nova Parnamirim, Parnamirim - RN

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 56m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 56 0
Rua Neuza Farache, 1870 - Capim Macio, Natal - RN

Loja para Aluguel , 51m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
0 0 1 0 51 0
Avenida Praia de Genipabu, 2100 - Ponta Negra, Natal - RN

Apartamento para Aluguel com 3 Quartos, 116m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 2 2 116 130
Rua João Celso Filho, 1950 - Lagoa Nova, Natal - RN

Sala para Aluguel , 43m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
0 0 2 2 43 0
Rua Neuza Farache, 1870 - Capim Macio, Natal - RN

Sala para Aluguel , 27m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
0 0 0 0 27 0
Avenida Marechal Floriano Peixoto, 379 - Tirol, Natal - RN

Casa para Aluguel com 5 Quartos, 309m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
5 0 2 5 309 371
Rua Professora Francisca IVone Cavalcanti, 75 - Ponta Negra, Natal - RN

Apartamento para Venda/Aluguel com 2 Quartos, 54m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 2 0 1 54 0
Rua Praia de Camboinhas, 9063 - Ponta Negra, Natal - RN

Flat para Aluguel com 1 Quartos, 44m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 1 1 1 44 50
Avenida Odilon Gomes de Lima, 2053 - Capim Macio, Natal - RN

Casa para Aluguel com 3 Quartos, 300m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 3 4 300 450
Rua Sérgio Severo, 1135 - Lagoa Nova, Natal - RN

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 55m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 55 57
Rua Algarobas, 100 - Nova Parnamirim, Parnamirim - RN

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 55m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 0 1 1 55 55
Rua Francisco Simplício, 195 - Ponta Negra, Natal - RN

Apartamento para Aluguel com 3 Quartos, 85m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 2 3 2 85 85
Rua Lectícia Garcia, 249 - Neópolis, Natal - RN

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 65m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 65 2500
Rua Praia de Cabedelo, 2148 - Ponta Negra, Natal - RN

Casa para Aluguel com 3 Quartos, 160m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 2 3 4 160 300
Rua Presbítero Porfírio Gomes da Silva, 1820 - Capim Macio, Natal - RN

Casa para Aluguel com 3 Quartos, 230m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 3 3 8 230 560
Rua Alexandre Câmara, 1757 - Capim Macio, Natal - RN

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 70m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 70 78
Rua Rio Grajaú, 21 - Emaús, Parnamirim - RN

Casa para Aluguel com 3 Quartos, 135m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 2 1 2 135 200
Rua Industrial João Motta, 1549 - Capim Macio, Natal - RN

Apartamento para Aluguel com 3 Quartos, 83m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 2 1 83 91
Avenida Deputado Márcio Marinho, 14 - Pirangi do Norte (Distrito Litoral), Parnamirim - RN

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 60m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 2 1 1 60 0

Conheça o Rio Grande do Norte, Brasil e todas suas 139 oportunidades imobiliárias região.

Rio Grande do Norte é um Estado brasileiro, as cidades onde temos mais opções de imóveis para Aluguel são: Natal, Parnamirim. Outros opções de Estados são: SP, RJ, PE, SC, RS, ES, PB.

Veja também outros tipos de imóveis para alugar em - RN:

Imóveis para alugar - RN

Rio Grande do Norte

O Estado do Rio Grande do Norte fica na região Nordeste do Brasil. A capital é Natal e a sigla RN.

Área: 52.811,126

Limites: o Rio Grande do Norte limita-se ao oeste com o Ceará, ao sul com a Paraíba e leste com o oceano Atlântico

Número de municípios: 167

População: 3,4 milhões de habitantes é a estimativa do IBGE para 2015

Gentílico: quem nasce no Rio Grande do Norte é potiguar (comedor de camarão em tupi)

Principal cidade: Natal

O território que hoje corresponde ao Estado do Rio Grande do Norte foi alvo de disputas com os franceses, que invadiram a região em 1535. Somente ao fim do século XVI, os colonizadores portugueses passaram a ocupar a região, por conta da expulsão dos invasores da França.

Após a vitória, em 1598, foi construída uma fortaleza, denominada Fortaleza dos Reis Magos. O objetivo da construção era fixar um ponto de defesa para as posses da Coroa portuguesa. Esse ponto originou a cidade de Natal.

A partir de 1633, a região foi ocupada por holandeses, que permaneceram na área por duas décadas.

Os holandeses contaram com apoio dos indígenas e desenvolveram diversas atividades, como a exploração do sal, criação de gado e o plantio da cana-de-açúcar. Em 1654, os invasores foram expulsos e houve resistência por parte dos indígenas.

Os nativos se rebelaram e não aceitavam o regime de escravidão a qual eram submetidos pelos colonizadores. A rebelião, denominada Confederação dos Cariris, durou até o fim do século XVII.

A região que correspondia à Capitania do Rio Grande do Norte foi transferida para a capitania de Pernambuco em 1701.

O estado de subordinação durou até 1824, quando o estado foi elevado à categoria de província. A denominação político-geográfica de estado ocorreu em 1889, com a Proclamação da República.

Cultura

A principal herança do artesanato português na cultura potiguar é a renda de bilro. Trançadas em pequenas almofadas, as rendas originam peças únicas e que remetem diretamente à região.

Comidas Típicas

Português e indígena se misturam nos sabores típicos do Rio Grande do Norte. O prato mais conhecido da região é a carne de sol com macaxeira.

Também é marcante o siri cozido no leite de coco e a tapioca. Têm sabor especial as frutas da região, que são servidas com queijo coalho ou manteiga. É dessa maneira que se apresentam coco, mamão, jaca, caju e goiaba.

Turismo

O turismo é o principal indutor da economia potiguar. A atividade gera 100 mil empregos diretos e influência no ordenamento de mais 54 pontos da cadeia produtiva. A região conta com 400 km de litoral, oferecendo praias, além de dunas e cavernas.

O forte da estrela, fundado em 25 de dezembro de 1599, é uma construção imponente que concentra intensa atividade turística.

O patrimônio histórico e as belezas naturais recebem o incremento de festas típicas e festivais gastronômicos.

Aspectos geográficos

O Rio Grande do Norte está localizado em uma longa extensão de planalto ao norte. Há maciços isolados nas regiões sul e oeste.

No estado existem sete zonas distintas, a salineira, o litoral, a agreste, o centro-norte, o Seridó, a chapada do Apodi e Serrana.

Clima

O clima é semiárido na maior parte do estado. A temperatura varia entre 20º C e 27º C ao longo do ano. É uma das zonas mais secas do País.

Hidrografia

Entre as características da hidrografia do Rio Grande do Norte está a presença de rios temporários. Isso ocorre devido à escassez de chuvas.

Os rios mais importantes são o Mossoró, Apodi Assu, Piranhas, o Potengui, o Trairi, o Jundiaí, o Jacu, o Seridó e o Curimataú.

Curiosidades

O Rio Grande do Norte foi escolhido diversas vezes como sede de experiências militares, principalmente da Marinha. A escolha resulta da posição geográfica privilegiada, sendo a costa mais próxima à Europa;

No período da Segunda Guerra Mundial, o governo norte-americano construiu na região a "Ponte do Atlântico para a África".

Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte, foi fundada em 1599 às margens do Rio Potengi. Com uma área de 170,298 km², e população de 817.590 habitantes, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estáticas (IBGE), de 2012, é conhecida por suas belezas naturais, lindas praias, dunas, lagoas e coqueiros.

É também conhecida como Cidade do Sol, porque o sol brilha durante o ano todo e só descansa nos períodos de chuva entre março e julho. Além dessas vantagens, Natal é considerada a cidade que possui o ar mais puro da América do Sul el possui um dos mais belos litorais do Brasil, que se estende por mais de 400 Kms e um povo hospitaleiro que recebe os visitantes de braços abertos.

Ponta Negra é a praia mais é a mais badalada da cidade, boa para banhos, com infra - estrutura de hotéis, restaurantes e vida noturna bem agitada. As praias mais paradisíacas ficam nas cidades vizinhas, entre as praias destacam-se Búzios e Barra de Tabatinga ao sul da capital, e as dunas de Genipabu, ao norte, além da Praia da Pipa que fica a 80 Km. A partir de Natal fica fácil conhecer os mais belos lugares do Rio Grande do Norte.

Fundação da Cidade

Tudo começou com as Capitanias Hereditárias quando o Rei de Portugal Dom João III, em 1530, dividiu o Brasil em lotes. As terras que hoje correspondem ao Rio Grande do Norte couberam a João de Barros e Aires da Cunha. A primeira expedição portuguesa aconteceu cinco anos depois com o objetivo de colonizar as terras. Antes disso, os franceses já aportavam por aqui para contrabandear o pau-brasil. E esse foi o principal motivo do fracasso da primeira tentativa de colonização. Os índios potiguares, ajudavam os franceses a combater os colonizadores, impedindo, a fixação dos portugueses em terras potiguares.

Passados 62 anos, em 25 de dezembro de 1597, uma nova expedição portuguesa, desta vez comandada por Mascarenhas Homem e Jerônimo de Albuquerque, chegou para expulsar os franceses e reconquistar a capitania. Como estratégia de defesa, contra o ataque dos índios e dos corsários franceses, doze dias depois os portugueses começam a construir um forte que foi chamado de Fortaleza dos Reis Magos, por ter sido iniciada no dia dos Santos Reis. O forte foi projetado pelo Padre Gaspar de Samperes, o mesmo arquiteto que projetou a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação.

Concluído o forte, logo se formou um povoado que, segundo alguns historiadores, foi chamado de Cidade dos Reis. Depois, Cidade do Natal. O nome da cidade é explicado em duas versões: refere-se ao dia que a esquadra entrou na barra do Potengi ou a data da demarcação do sítio, realizada por Jerônimo de Albuquerque no dia 25 de dezembro de 1599.

Com o domínio holandês, em 1633, a rotina do povoado que começa evoluir foi totalmente mudada. Durante 21 anos, o forte passou a se chamar Castelo de Keulen e Natal Nova Amsterdã. Com a saída dos Holandeses, a cidade volta a normalidade. Nos primeiros 100 anos de sua existência, Natal apresentou crescimento lento. Porém, no final do século XIX, a cidade já possuía uma população de mais de 16 mil habitantes.

A partir de 1922, o desenvolvimento de Natal ganhou ritmo acelerado com o aparecimento das primeiras atividades urbanas. Pela sua posição geográfica privilegiada é o ponto das Américas mais próximo da Europa, na IIº. Grande Guerra Mundial, já no século XX, serviu de base militar para os nortes americanos, ganhando ares de metrópole internacional, transformando definitivamente Natal e a cidade teve seu nome conhecido por milhões de cidadãos pelo mundo.

Nos anos pós-guerra a cidade continuaria a se desenvolver e sua população cresceria, mas só alguns anos mais tarde é que esse quadro mudaria definitivamente. Foi no inicio da década dos anos 80 com a construção da Via Costeira este um marco importante. São 10 km de praias com uma excelente rede de hotéis entre as Dunas e o Mar.

O território do Rio Grande do Norte está localizado na região Nordeste do Brasil, limita-se com os estados do Ceará e da Paraíba, além de ser banhado pelo oceano Atlântico. O nome do estado foi inspirado no rio Potengi, que desagua no mar no extremo nordeste do país, na chamada “esquina do Brasil”.

Sua extensão territorial é de 52.810,699 quilômetros quadrados, divididos em 167 municípios. Conforme dados do Censo Demográfico, realizado em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população estadual totaliza 3.168.027 habitantes. A densidade demográfica é de 60 hab./km²; o crescimento demográfico é de 1,3% ao ano.

O relevo é formado por planície litorânea, com depressão na maior parte, e planaltos ao sul. O ponto mais elevado é a serra do Coqueiro com 868 metros acima do nível do mar. A vegetação apresenta áreas de mangue no litoral, faixa de floresta tropical e caatinga a oeste. O litoral e a porção oeste têm clima tropical; já o centro é semiárido.

Os principais rios estaduais são: Apodi, Curimataú, Jacu, Piranhas ou Açu, Potengi, Seridó, Trairi.

A capital potiguar é a cidade de Natal, principal destino turístico do estado. Sua extensão territorial é de 167 quilômetros quadrados, possui 803.739 habitantes. Outras cidades populosas do Rio Grande do Norte são: Mossoró (259.815), Parnamirim (202.456), São Gonçalo do Amarante (87.668), Macaíba (69.467), Ceará-Mirim (68.141), Caicó (62.709), Açu (53.227).

Bandeira do Rio Grande do Norte

Significado da bandeira: a flora natural do estado aparece representada no brasão pelo coqueiro, pela carnaubeira, pela cana-de-açúcar e pelo algodão. O mar com a jangada representa a pesca e a extração de sal.

A economia do Rio Grande do Norte baseia-se no comércio, na indústria têxtil, na agroindústria, no turismo e na extração e processamento de petróleo. O estado contribui com menos de 1% no Produto Interno Bruto (PIB) nacional. No entanto, o PIB estadual vem apresentando crescimento acima da média nacional.

A atividade industrial concentra-se na região metropolitana de Natal, com destaque para os produtos têxteis, agroindústrias e indústrias de automóvel.

A produção de camarão em cativeiro igualou-se à do Ceará, caracterizando-se como maior exportador brasileiro do crustáceo. A fruticultura irrigada tem crescido, mas a base da agricultura é a cana-de-açúcar, ao lado de produtos como a mandioca, milho, coco e melão.

Das salinas do Rio Grande do Norte, é extraído 95% do sal do país. O estado é também o maior produtor nacional de petróleo em terra e um dos principais fornecedores de gás natural para a região Nordeste.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Litoral potiguar

O turismo é a atividade que mais gera empregos (aproximadamente 120 mil postos) e renda, além de ter vinculadas a ele, outras 54 atividades direta ou indiretamente. O estado recebe mais de 2 milhões de visitantes por ano, os principais destinos são as praias de Ponta Negra, Pipa e Genipabu. Natal é dotada de boa infraestrutura, com aeroporto e grande rede hoteleira. Atualmente, 97 hotéis e resorts estão em fase de implantação no estado, somando recursos da ordem de U$ 1,3 bilhão.

A expectativa de vida da população é de 70 anos e 10 meses de vida. A taxa de mortalidade infantil apresenta índices acima da média nacional, atualmente é de 33,5 mortes a cada mil nascidos vivos. O analfabetismo atinge 20% da população e o saneamento ambiental é proporcionado a menos da metade desta.

Segunda capital brasileira com menor área territorial, mas com a sexta maior densidade populacional do país, Natal RN, apesar de pequena é grandiosa em beleza e particularidades. Capital do Rio Grande do Norte, este município guarda uma série de histórias e pontos turísticos únicos.

Quem não conhece ainda a tímida Natal não imagina o gigante que se esconde atrás de suas dunas. Quer saber mais? Confira logo abaixo alguns detalhes sobre o principal município do Rio Grande do Norte.

Natal - RN

Um pouco sobre a história de Natal RN

A cidade de Natal foi fundada no ano de 1599, ainda na época do período colonial do Brasil. Tudo começou com a construção de um forte para proteger a capitania do Rio Grande do Norte. O mesmo foi elevado a partir do Rio Potengi, ponto estratégico onde dava a possibilidade dos portugueses observarem todo o território sem nenhuma ameaça.

Ainda assim Natal foi invadida por holandeses anos depois. Este povo deixou uma grande herança na cidade e favoreceu o seu desenvolvimento. Desde então a capital potiguar sofreu uma série de mudanças favoráveis e se destacou mundialmente devido sua beleza e seus monumentos.

As lindas e populares praias de Natal

Praia bonita e com cenários perfeitos é o que mais tem em Natal e todo o Rio Grande do Norte. Você encontrará costa para todos os gostos. Além das praias urbanas, ainda existem as maravilhas das áreas litorâneas estaduais. Fica até difícil escolher quais dessas você vai visitar naquelas férias mais curtinhas.

A Praia de Ponta Negra é ideal para começar o seu tour pela orla de Natal RN. Pode-se dizer que aqui é onde tudo acontece. É possível encontrar alguns dos melhores hotéis do estado, restaurantes conceituados, feiras, exposições, casas de shows e muito mais. Diz-se, por toda Natal, que Ponta Negra é a Copacabana Potiguar. E o titulo não é desmerecido! É na orla dessa praia que você também poderá ver o cartão-postal da capital, o Morro do Careca.

Seguindo um pouco mais pela costa da cidade, há também a Praia dos Artistas. Essa é muito popular e agitada. Coqueiros e quiosques rústicos fazem parte da estrutura decorativa daqui. Você encontrará pessoas de todas as idades circulando pela longa faixa de areia da praia, além de muita gente animada, que vem para cá aproveitar o sol delicioso de Natal.

Entre as praias populares que ficam em regiões além da capital, Pipa e Genipabu se destacam. A Praia da Pipa é o principal balneário do sul do Rio Grande do Norte. Para quem gosta de surfar, festas agitadas, movimento e muita badalação o dia inteiro, esse é o paraíso dentro do estado! Apesar de terem algumas partes menos agitadas, Pipa mantém-se dentro do roteiro de turistas mais elétricos e que estão dispostos à muitas aventuras.

Já a Praia de Genipabu é um verdadeiro oásis. Se você curte um bom passeio de buggy pelas lindas dunas do Rio Grande do Norte, achou o lugar perfeito para isso! Algumas produções de tv usaram esse paraíso como cenário. “Tieta do Agreste”, “Flor do Caribe” e o “Clone”, foram novelas da Rede Globo com cenas ambientadas em Genipabu. Aproveite para conhecer de perto todos esses lugares em roteiros bem especiais feitos por bugueiros locais.

Principais pontos turísticos do Rio Grande do Norte

Principais pontos turísticos de Natal RN

Discriminar os pontos turísticos de Natal resulta com certeza em uma lista bem prolongada. Apesar de serem locais que permitem uma visitação rápida, a importância dos mesmos para o desenvolvimento e história da cidade faz com que alguns não possam passar despercebidos. Veja alguns deles:

Centro de Lançamento da Barreira do Inferno: centro para lançamento de foguetes. Vale a pena conhecer pelos protótipos de foguetes e conhecer um pouco mais sobre as atividades da Aeronáutica brasileira.

Forte dos Reis Magos: local que deu origem a cidade. O Forte é aberto para visitação e como brinde você ainda tem um lindo por do sol.

Teatro Alberto Maranhão: principal teatro da cidade e onde acontecem diversos eventos voltados para o crescimento cultural de Natal.

Ponte Newton Navarro: uma das construções mais suntuosas do estado.

Museu da Cultura Popular: onde você encontra as principais heranças populares do Rio Grande do Norte e do Nordeste brasileiro.

Estes são apenas alguns dos pontos turísticos de Natal. Ainda existem as dezenas de lindas praias, lagoas, as dunas e outras formações que precisam estar em qualquer roteiro de turista que chega à cidade.

Faça os melhores passeios em Natal

Para aproveitar todas essas praias e lagoas lindas, além de outras que não foram citadas, fica faltando somente opções de passeios, não é verdade? Natal RN é um destino tão completo que também disponibiliza uma série de agências que programam passeios especiais para seus turistas. Você pode montar um roteiro ou optar por aqueles já programados pela empresa!

Passeios em Natal RN

Praticamente por onde você andar, entre as praias e lagoas do Rio Grande do Norte, será fácil encontrar um bugueiro oferecendo serviço de passeios. Por ser um veículo com tração nas 4 rodas, as opções de passeio de buggy são, em sua maioria, aventurando-se pelas dunas do estado. Vale a pena apostar se você gosta de emoção para suas férias.

Os passeios de quadriciclo também são bem comuns. Assim como o buggy, dá para se aventurar entre as dunas da região, mas a costa é o caminho preferido. Em Natal RN mesmo, é possível contratar agências que fazem um city tour pelos principais pontos turísticos, mas de uma forma diferente, pois você vai pela areia! É uma ótima oportunidade de conhecer todas as praias urbanas dessa capital.

Para quem gosta de praticar mergulho, também há passeios disponíveis para tal programação. As praias de Maracajaú, Perobas e Pirangi são as mais populares. Essas possuem parrachos e arrecifes com espécies de peixes e animais marítimos muito interessantes. Vale a pena também conhecer o Centro de Mergulho Natal Divers, principalmente se você for inexperiente na prática! Eles oferecem cursos e aulas por ótimos valores.

Finalizando os passeios em destaque, os voos de paraglider ou parapente, acontecem constantemente em Natal RN. A aparelhagem é bastante similar à um paraquedas e o passeio também proporciona quase que a mesma sensação de liberdade e aventura. Se é uma opção atraente para você, não haverá problema em encontrar profissionais alugando seus materiais para turistas. Basta pechinchar um ótimo preço e se divertir pra valer!

Visite os principais restaurantes de Natal e região

A culinária de Natal RN também merece destaque. Na cidade inteira você encontra ótimos restaurantes que oferecem o melhor que há da gastronomia local. Além desses, as feiras de comidas típicas encantam não apenas pelos pratos, mas por toda a ornamentação que a forma.

Restaurantes em Natal RN

Entre os restaurantes que você não pode deixar de ir, o Tábua de Carne está entre eles. Esse é o mais popular de Natal e oferece a melhor carne de sol da cidade. O Marenosso já possui uma vista invejável. Daqui você consegue ver a Praia dos Artistas por inteiro. O destaque está para o forró e todo o centro histórico da cidade, que cerca esse restaurante.

Dê uma passada também no Farofa D´água, na Praia de Ponta Negra, para experimentar diversos pratos regionais. Destaca-se aqui a estrutura muito bem feita, além da carne de sol com a farofa d’água, carro-chefe do estabelecimento.  Para fechar a nossa lista de ótimos restaurantes de Natal, o Camarões Potiguar não poderia ficar de fora. Requintando, esse serve o melhor camarão do estado. Além do tradicional, que fica na Praia de Ponta Negra, você também encontra o restaurante no Natal Shopping e no Midway Mal.

Experimente os pratos típicos de Natal

Pratos tipicos de Natal RN

A culinária de Natal RN é de um primor incrível! Os pratos são baseados em sua maioria nos ingredientes típicos da região, sendo justamente o que os deixa tão especiais. A forma artesanal como são feitos também chama a atenção e dá um sabor diferente. A Ginga com Tapioca é um exemplo. Uma especiaria simples, mas com um sabor delicioso. O prato é um “sanduiche” feito com uma tapioca convencional e recheada com ginga, uma espécie de peixe pequena, que é frita na hora.

Em todo o Rio Grande do Norte você encontra a Carne de Sol a Moda Potiguar, outro prato típico do estado. Ela é especial por ser servida com a manteiga da terra – ou manteiga de garrafa -, feijão verde, paçoca e macaxeira. Todos são acompanhamentos típicos do estado também.

E falando em Feijão Verde, esse também é um prato bem popular em Natal. Ele é servido como acompanhamento para diversos pratos regionais, mas também pode ser saboreado individualmente. Experimente o feijão verde com uma colher de nata fresca! Uma mistura de sabor único.

Sinta-se em casa e hospede-se nos melhores hotéis e pousadas em Natal

Com todos esses atrativos não pode faltar um bom lugar para ficar! Em relação ao setor hoteleiro de Natal RN, podemos destacar o Mirador Praia Hotel, na Praia de Ponta Negra. O empreendimento possui 29 quartos com vista para o mar e para o famoso Morro do Careca. Todos são muito bem decorados para levar o máximo de conforto aos hóspedes.

Para quem busca algo mais simples, mas aconchegante, a Pousada Manga Rosa será uma ótima escolha.       

Ela também fica na Praia de Ponta Negra, mas em um cantinho bem reservado e tranquilo. Você tem toda a agitação do bairro próximo, mas sem precisar usufruí-lo quando não desejar.

Já para os turistas que quiserem um hotel mais completo, o Ocean Palace Beach entra no páreo. Ele fica na famosa Via Costeira e tem tudo o que você vai precisar para suas férias.

Festas típicas de Natal – RN

Natal ganhou popularidade devido duas festas que acontecem na cidade. A primeira é o Carnatal, que sempre ocorre no mês de novembro, entrando para o quadro dos maiores carnavais fora de época do pais. A segunda é o Natal RN, muito popular na cidade que se transforma por inteiro e ganha um ar bem típico dessa época.

Carnatal

Em Pipa, uma das praias mais populares do estado, também acontece o maior réveillon do Rio Grande do Norte. Se você visita Natal na época das festas de final de ano, não deixe de curtir esta data por aqui.

Facilite suas férias em Natal com os aluguéis de carro, quadriciclo e lancha

Finalizando a nossa lista de vantagens para aquelas férias perfeitas em Natal RN, você tem a opção de alugar veículos para passeios e turismo. Aos viajantes que não desejam pagar taxi ou depender do transporte urbano da cidade, pode optar pelo aluguel de carro. Há empresas de grande porte que oferecem o serviço por preços super acessíveis.

O aluguel de quadriciclo também é muito indicado para aquelas pessoas que desejam se aventurar pelas trilhas ecológicas de toda a Natal. Já para os turistas que desejam desbravar a costa da cidade, o aluguel de lancha é bastante indicado.

O Gui, do blog Gui Por Aí, já visitou mais de 40 países e atualmente mora na Austrália. Aqui, ele conta sobre as melhores dicas do que fazer em um dos lugares mais visitados do Nordeste brasileiro: Natal. Se você está planejando visitar a capital do Rio Grande Norte ou simplesmente quer saber o que tem na cidade, além de praia, veja o guia detalhado do Gui sobre Natal e aproveite as suas próximas férias!

A capital do Rio Grande do Norte tem dezenas de opções de turismo e lazer para muito além de um feriadão prolongado. Das paradisíacas praias de dunas à noite agitada dos barezinhos de Ponta Negra, Natal oferece uma série de atrações e uma natureza de tirar o fôlego!

O novíssimo Aeroporto Internacional de Natal iniciou suas atividades há apenas 2 anos e é o primeiro do Brasil administrado inteiramente pela iniciativa privada. Ele fica na cidade vizinha de São Gonçalo do Amarante com fácil acesso de ônibus, taxi ou uber. Ele substituiu o antigo aeroporto de Parnamirim, utilizado como estratégica base Aliada na segunda guerra mundial.

Apesar de ser uma das capitais mais compactas do país, a melhor opção ao visitar Natal é alugar um carro – ou mesmo um buggy para curtir os dias ensolarados com uma temperatura média de 25°C o ano todo!

Na rodoviária de Natal, aberta 24h, existem conexões para as principais cidades do Nordeste e até trechos longos, como Natal – São Paulo.

Por onde começar

Chegando à cidade, inicie sua visita saudando o mar num dos famigerados 300 dias de sol por ano da capital potiguar. A praia mais visitada da cidade é a da Ponta Negra, a preferida pelos turistas pela comodidade dos bares e estrutura, além de uma vista incrível do Morro do Careca – a duna mais famosa da cidade. A região ainda oferece ampla opção de hotéis e pousadas para todos os bolsos. A pouquíssimas quadras da praia você já encontra opções bem acessíveis.

[caption id="attachment_11065" align="alignnone" width="1200"]o que fazer em natal morro do careca Morro do Careca – Foto: Canindé Soares[/caption]

Principais praias de Natal

Praia da Redinha, do Meio, da Areia Preta, dos Artistas e Ponta Negra

Ao Norte

Genipabu, Muríú, Maracajaú – com opções de passeios de barco pelos parrachos, grandes bancos de coral no meio do mar e São Miguel do Gostoso. Todas a menos de 100km da capital.

Ao Sul

Pirangi – com opções de passeios de barco e visitas ao cajueiro, Madeiro e Praia dos Amores em Pipa, paradas obrigatórias numa visita ao litoral potiguar!

O que fazer em Natal

À noite, a orla se transforma com música ao vivo em alguns bares, tapiocas de todos os sabores, pratos da culinária potiguar rica em frutos do mar e uma água de coco bem gelada com a brisa do mar para refrescar o calor que pode passar dos 30°C facilmente no verão. A região também oferece restaurantes high end, para um jantar especial. Independente do orçamento, não deixe de bater perna pela feirinha de artesanatos e culinária local próxima à avenida Eng. Roberto Freire!

Seguindo sentido Norte por esta mesma avenida, você chega ao gigantesco Parque das Dunas com mais de 1000 hectares de Mata Atlântica protegida, o segundo maior parque urbano do país. Ao final do parque, pela orla você chega a outro cartão postal da cidade: a Fortaleza dos Reis Magos, um belo forte do século XVI.

Viajando pela história da cidade, também marcada pela invasão holandesa e pela importância geográfica na segunda guerra mundial do lado Aliado, não deixe de ver a Coluna Capitolina, presente de Mussolini alguns anos antes da guerra. A arquitetura local evidencia, todavia, o longo período de colonização portuguesa, principalmente no centro histórico da cidade com suas ruas estreitas e irregulares, importantes museus e palacetes. Destacam-se o Teatro Alberto Maranhão, o Palácio Felipe Camarão – sede da prefeitura de Natal, o Palácio Potengi e o Centro de Turismo de Natal, um antigo presídio transformado num centro de cultura e artesanato local que vale muito a visita!

Cruzando a incrível Ponte Newton Navarro, cerca de 10 km sentido Norte, você chega ao deslumbrante complexo de dunas de Genipabu. As atrações da região são inúmeras, de mergulho nas águas mornas e calmas da região à emoção dos passeios de buggy pelas montanhas de areia. Fique atento às rotas dos buggies pela beira da praia, pois muitos passam acelerados vindos de passeios “com emoção”. Você pode escalar as dunas e andar de dromedário ou seguir para as lagoas e praticar “esquibunda” e “aerobunda”. Genipabu ainda tem uma área de proteção ambiental aberta a visitação, com trilhas que podem ser agendadas antecipadamente.

Próximos a Natal ainda estão a base de foguetes Centro de Lançamento Barreira do Inferno e outras atrações imperdíveis como o maior cajueiro do mundo na praia de Pirangi, no município de Parnamirim, cerca de 25 km ao Sul de Natal. A gigantesca árvore já cobre uma área de mais de 8000 m² e ainda continua crescendo! No centro de visitas ao cajueiro é possível tomar suco feito com as frutas da árvore gigante, comprar souvenirs e acessar ao mirante com vista sobre a copa da árvore.

Se você ainda tiver tempo e quiser conhecer outra praia incrível da região, não deixe de visitar Pipa, 80 km ao Sul de Natal. As dunas dão lugar a falésias e o mar é um espetáculo à parte nesta antiga vila de pescadores hoje descoberta pelo turismo. A região é área de proteção de tartarugas marinhas e com sorte ainda é possível avistar grupos de golfinhos na região.

Você que está a procura de um imóvel aqui, considere aluguel imóveis em - RN não só como uma moradia, mas também como potencial investimento para o futuro. Sobre investimento, fique atento ao mercado de imóveis e suas centenas de oportunidades. Utilize os filtros de busca do Dreamcasa e encontre o imóvel que deseja na medida certa para você.