30409 Casas à venda

Itacoatiara, Niterói - RJ

Casa para Venda/Aluguel com 5 Quartos, 300m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
5 5 7 2 300 550
Passagem, Cabo Frio - RJ

Casa à Venda , 1591m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
0 9 2 5 1591 1591
Granja Viana, Cotia - SP

Casa à Venda com 3 Quartos, 776m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 3 8 10 776 2580
Estrada do Lutero, 10 - Granja Viana, Cotia - SP

Casa à Venda com 4 Quartos, 775m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 4 6 10 775 2580
Paisagem Renoir, Cotia - SP

Casa à Venda com 4 Quartos, 775m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 4 6 10 775 2580
Granja Viana, Cotia - SP

Casa à Venda com 3 Quartos, 778m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 3 6 6 778 2580
Avenida das Palmas, 415 - Granja Viana, Cotia - SP

Casa à Venda com 3 Quartos, 330m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 5 6 330 1000
Itaipu, Niterói - RJ

Casa à Venda com 3 Quartos, 200m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 2 3 200 450
Alphaville, Santana de Parnaíba - SP

Casa à Venda com 5 Quartos, 400m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
5 3 6 4 400 490
Avenida São Camilo, 1169 - Parque Frondoso, Carapicuíba - SP

Casa à Venda com 4 Quartos, 628m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 4 7 7 628 628
Rua São João, 497 - Miolo da Granja, Cotia - SP

Casa para Venda/Aluguel com 4 Quartos, 447900m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 4 8 10 447900 447900
Rua Atenas, 436 - Recanto Suíço, Vargem Grande Paulista - SP

Casa à Venda com 3 Quartos, 396m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 3 5 14 396 942
Granja Viana, Carapicuíba - SP

Casa à Venda com 4 Quartos, 553m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 4 7 7 553 628
Parque Silvino Pereira, Cotia - SP

Casa à Venda com 5 Quartos, 1475m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
5 5 10 10 1475 5001
Jardim Guedala, São Paulo - SP

Casa para Venda/Aluguel com 6 Quartos, 572m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
6 1 6 7 572 794
São Francisco, Niterói - RJ

Casa para Venda/Aluguel com 4 Quartos, 493m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 2 2 3 493 0
Haras Guancan, Cotia - SP

Casa à Venda com 5 Quartos, 997m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
5 5 5 10 997 2491
Santa Mônica, Florianópolis - SC

Casa à Venda com 7 Quartos, 800m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
7 5 8 10 800 1454
Rua Rio Bonito, 536 - Granja Viana, Cotia - SP

Casa à Venda com 5 Quartos, 700m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
5 3 9 10 700 2470
Rua Branca Lúcia Roncatti, 55 - Residencial Moenda, Itatiba - SP

Casa à Venda com 4 Quartos, 1500m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 3 5 14 1500 10000
Estrada do Embu, 1550 - Granja Viana, Cotia - SP

Casa à Venda com 4 Quartos, 997m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
4 4 10 10 997 2491
Avenida Mario Francisco Mota Antunes, 134 - Granja Viana, Cotia - SP

Casa à Venda com 3 Quartos, 373m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 3 5 4 373 507
Rua Astorga, 91 - Granja Viana, Cotia - SP

Casa à Venda com 6 Quartos, 951m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
6 6 10 6 951 5122
Rua Balança, 38 - Palos Verdes, Cotia - SP

Casa à Venda com 5 Quartos, 750m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
5 3 9 7 750 200000
Alameda Dercy Gonçalves, 6 - Granja Viana, Cotia - SP

Casa à Venda com 3 Quartos, 547m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 3 0 4 547 533
Vintage, Cotia - SP

Casa à Venda com 3 Quartos, 547m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 3 5 2 547 533

Conheça o Brasil e todas suas 30409 oportunidades imobiliárias região.

Que tal filtrar mais a sua pesquisa para encontrar o imóvel perfeito para você e sua família?! Aqui se encontra os melhores casas à Venda em SP, RJ, SC, PE, RN, GO, PB, CE, ES, RS, PR, MG, TO, DF, BA, AL

Veja também outros tipos de imóveis à venda em :

Casas à venda

Casas mais luxuosas do Brasil.

Sempre bate uma curiosidade quando pensamos no assunto sobre quais são as casas mais luxuosas do Brasil e a quem elas pertencem. Ainda mais que foi comprovado que nos últimos anos o mercado imobiliário tem crescido cada vez mais em relação aos índices de imóveis de alto padrão, isso devido ao constante desenvolvimento no setor de construção, arquitetura, paisagismo, tecnologia e inovações diversas que tornam esses imóveis sempre mais modernos e o desejo de diversas pessoas no país.

Ouro fato é a questão que a maior parte dessas casas são encontras em residenciais fechados que são buscados para que os moradores tenham principalmente mais segurança, privacidade e conforto, e outro grande crescimento em diversas cidades do Brasil são os de condomínios residenciais.

Sabe-se que a maioria dessas casas luxuosas se encontram na cidade de São Paulo ou em sua região metropolitana que se encontra o Alphaville e a Granja Viana, que são complexos de condomínios residenciais fechados de altíssimo padrão e ficam a pouquíssimos quilômetros de São Paulo.

Sabendo tudo isso, reunimos algumas dessas casas para que você possa saber o quanto elas valem e quem são seus donos, além de detalhes dos imóveis e outras curiosidades. Veja abaixo:

- Casa da apresentadora Ana Hickmann.

Localizada na cidade de Itu. A casa da apresentadora virou sucesso na internet após a mesma postar fotos em suas redes sociais. O imóvel conta com uma área de 6.000m², 03 andares, 08 quartos sendo todos suítes, piscina, elevador panorâmico e boate no subsolo. Há diversas fotos da casa de Ana na internet, mas o preço do imóvel não foi divulgado.

- Casa do Apresentador da Rede Globo, Faustão.

A casa é considerada a 8° maior da cidade de São Paulo e se encontra no bairro Morumbi. O imóvel é constado como no valor de R$32.000.000,00. Não há outras informações.

- Casa do ex-banqueiro Edemar Cid.

O imóvel é um dos mais caros do Brasil, avaliado em R$180.000.000,00 milhões e possui uma vista de tirar o fôlego.

A casas conta com 4.000m² e está localizada no bairro Morumbi na cidade de São Paulo. Possui adega, biblioteca, 34 banheiros, piscinas, sala de jantar imensa, com acabamento em ouro em alguns detalhes do imóvel e muito espaço. Conta com vários andares, quadra de tênis e muito mais. Um imóvel inacreditavelmente enorme.

- Casa do cantor Luciano Camargo da dupla sertaneja Zezé de Camargo e Luciano.

Localizada também na cidade de São Paulo o imóvel possui 2.500m² e conta com biblioteca, escadaria, área externa com academia, amplas salas, cozinha luxuosa e espaçosa. O valor do imóvel não foi divulgado.

- Casa da cantora Anitta.

O imóvel está localizado em um condomínio residencial e possui piscina com área externa, escadaria, amplo hall de entrada e sala de estar, detalhes únicos por todo o imóvel, quartos com suítes grandes. O valor do imóvel é estimado em R$10.000.000,00 e se encontra na cidade do Rio de Janeiro.

- Casa do banqueiro Joseph Safra.

Casa do banqueiro Joseph Safra que é avaliada em R$ 100 milhões e se encontra próxima a do banqueiro Edemar, também na capital São Paulo. É constatado que o imóvel possui 130 cômodos e tem 11.000m², possui 09 elevadores, um heliponto, piscina ampla e subterrânea aquecida, cinco andares e muito mais.

- Casa do jogador Neymar.

O imóvel se encontra na cidade do Guarujá no litoral do estado de São Paulo. É avaliado em R$28.000.000,00 e se encontra em um condomínio residencial fechado. A casa possui heliponto, piscina, está de frente para um lago onde pode se praticar esportes aquáticos. Possui 06 suítes, adega subterrânea, sala de massagem, academia, sauna, spa com jacuzzi, quadra de tênis e muito mais. A área total do imóvel é de 10.000m². Apesar do jogador morar oficialmente na França.

Esses são alguns imóveis de famosos ou pessoas públicas encontradas pelo Brasil. Casas enormes, cheias de mordomias e muito conforto de ponta a ponta. Imóvel com preços inacreditáveis e características únicas que são encontradas em grandes mansões como essas. Tudo com muito luxo e personalidade, além de valores milionários.

Se você gostou desse conteúdo e deseja saber mais curiosidades como essas e outros assuntos com dicas, informações e interação referente a diversos assuntos, clique aqui.

-Casas luxuosas

-Casas mais luxuosas do Brasil

-Casa da Anitta

-Casa da Ana Hickmann

-Casa do Neymar

-Casa do Luciano Camargo

-Casa do Faustão

-Imóveis de famosos

-Luxo e personalidade

-Valores milionários

A conquista da casa própria costuma ser uma das metas principais na vida de quem paga aluguel. Porém, para alcançá-la não basta ter vontade. Mais do que isso, é preciso planejar para que todos os passos sejam dados com segurança rumo à concretização do que, para muitos, permanece sendo apenas como um desejo.

Para ajudar nesse planejamento, elaboramos este manual, em que apontaremos os motivos para que uma pessoa se empenhe para sair do aluguel.

Em seguida, indicaremos os caminhos da economia, necessária para realizar esse objetivo. Ainda, daremos dicas sobre como procurar um imóvel, qual documentação deve ser reunida na hora da compra e as formas de pagamento existentes. Finalmente, apresentaremos o que deve ser feito para consultar no mercado a credibilidade do vendedor do imóvel.

4 motivos para você sair do aluguel:

O aluguel é uma solução para quem não tem moradia própria e nem dinheiro suficiente para comprá-la. Porém, é aconselhável que a pessoa sempre tenha em mente que esta deve ser uma condição passageira, pelos seguintes motivos:

1. O dinheiro do aluguel nunca volta

P dinheiro pago no aluguel oferece ao inquilino a condição de morar com dignidade, dando segurança e conforto a ele próprio e à família. Mas, por outro lado, é certo que o valor gasto com o aluguel jamais retornará para o bolso do locatário.

2. Comprar um imóvel é formar patrimônio

Quem compra a casa própria, ao contrário de quem mora em um imóvel alugado, converte todo o dinheiro investido na aquisição em um patrimônio pessoal bastante sólido, com real capacidade de valorização.

Assim, em vez de contribuir para que o proprietário do imóvel alugado tenha uma renda extra, o dono de um imóvel próprio contribui para a própria segurança pessoal e para a segurança da família.

3. Ter a casa própria proporciona uma estabilidade maior

Com um patrimônio próprio, tanto o comprador de um imóvel quanto a família encontrarão maior estabilidade para viver. Afinal, na casa própria não há o risco de o imóvel ser pedido de volta. Além disso, é preciso considerar que ele tem um valor de mercado significativo, o que também contribui para a estabilidade familiar.

4. Os donos podem personalizar o imóvel do jeito que quiserem

Quem mora em um imóvel alugado está limitado quanto ao que pode fazer na moradia em termos de reformas. Com o imóvel próprio, ao contrário, o dono pode personalizá-lo do jeito que quiser e que a estrutura permitir.

Organização e foco: como economizar para a casa própria:

Como vimos na introdução deste manual, para sair do aluguel não basta ter vontade: também é preciso seguir alguns passos bem definidos, que permitirão que o desejo seja realizado. É preciso ter bastante organização e manter o foco voltado para o objetivo de comprar o imóvel.

A seguir, explicaremos como isso pode ser feito a partir de um bom planejamento financeiro.

1. Saiba quanto ganha e quanto gasta

Caso a pessoa não tenha dinheiro para fazer um pagamento à vista, o primeiro passo é criar um planejamento financeiro que permita acumular uma quantia suficiente para dar uma entrada no imóvel e depois financiar o restante.

Para tanto, é preciso ter um conhecimento claro sobre quanto dinheiro a família recebe mês a mês e quanto gasta. Também, é preciso saber como o dinheiro é gasto e estabelecer o nível de importância de cada despesa.

Para ajudar nessa tarefa, você deve anotar todos os salários e rendimentos que você e os demais membros da família recebem por mês e também o total das despesas mensais. Em seguida, do total dos ganhos, subtraia as despesas, obtendo como resultado o valor que você poderá economizar por mês para a compra da casa própria.

2. Esforce-se para gastar menos do que ganha

Eventualmente, o resultado da subtração pode significar uma quantia pequena demais para servir como poupança para a compra da casa própria. Em uma situação ainda pior, o resultado pode ser um número negativo, que representa que você está gastando mais do que ganha, o que é péssimo para a economia de qualquer pessoa.

Por outro lado, também é possível que você encontre um bom resultado positivo, o que será ótimo.

Qualquer que seja o resultado, você deve tomar medidas para economizar. Claro, se a sua situação está positiva, melhor ainda — isso significa que você conseguirá efetuar a compra com maior tranquilidade. Porém, se o que sobra no final do mês é muito pouco ou se não sobra nada e você ainda fica no vermelho, o rigor na economia deve ser ainda maior.

Para tanto, é recomendável você fazer uma planilha que detalhe todas as despesas que sua família tem por mês. Você deve anotar quanto gasta e qual o destino do dinheiro.

Com essa planilha você conseguirá visualizar quais são os gastos indispensáveis (aluguel, água, luz, escola, alimentação, etc), quais são os que podem ser reduzidos (por exemplo, despesas com lazer e com roupas), e o que pode ser eliminado completamente, o que depende de cada um.

Lembre-se: o seu objetivo nesse momento é estabelecer uma rotina de gastos que permita a você economizar no dia a dia a fim de sair do aluguel.

3. Organize suas finanças

Quando você tiver clareza sobre o quanto ganha e sobre o quanto gasta, assim como sobre quais despesas você pode reduzir e quais pode eliminar, é hora de sanear a sua vida financeira. Afinal, sem tranquilidade nessa área, dificilmente você conseguirá comprar um imóvel.

Para isso, faça um levantamento de todas as suas dívidas, se existirem. Se necessário, procure negociar com os credores uma forma de pagá-las. Atualmente, muitas empresas têm criado mecanismos para facilitar o pagamento de dívidas antigas e você pode aproveitar um deles.

Tenha em mente que as dívidas quase sempre estão associadas à cobrança de juros. A falta de pagamento delas leva a multas e a cobranças que podem sujar o seu nome na praça, o que é terrível para quem quer comprar um imóvel, mas não tem dinheiro para pagar à vista.

Como veremos adiante, o financiamento é uma das alternativas para quem se propôs a comprar a casa própria e, para obtê-lo, é preciso que a pessoa não tenha nenhuma restrição de crédito.

Procure o imóvel perfeito para você:

Com a situação financeira bem definida, é hora de procurar o imóvel ideal para você e para a sua família. Portanto, defina o tamanho do imóvel e uma faixa de preço que seja compatível com a sua renda mensal e com a economia que você consegue fazer.

1. Localização

Escolha uma localização onde existam imóveis compatíveis com o que você pode gastar e que também apresentem facilidades para você e para a sua família. Leve em consideração a existência de escolas, transporte público, infraestrutura de lazer e comércio próximo. Tudo isso ajuda bastante na rotina diária.

Um aspecto também muito relevante nos dias de hoje é a segurança que um bairro oferece. Observe se há policiamento constante e converse com

a vizinhança para ouvir o que as pessoas têm a dizer sobre a qualidade do lugar.

2. Imóvel na planta

Se você optar por comprar um imóvel na planta, encontrará mais facilidade de pagamento e preços mais baixos do que os dos imóveis novos. Além disso, se desejar, você poderá escolher materiais de acabamento e até interferir na planta, se o projeto permitir. Isso te poupa de ter que fazer reformas depois do imóvel pronto.

Por outro lado, você terá que esperar a conclusão da obra para se mudar. Enquanto isso, continuará pagando aluguel.

3. Imóvel novo

Os imóveis novos são mais caros do que os imóveis na planta e qualquer modificação dependerá de uma reforma, o que pode representar um custo significativo. Porém, se comprados diretamente de uma construtora, eles também podem oferecer boas condições de pagamento, e você terá a possibilidade de mudar imediatamente e se livrar do aluguel.

4. Imóvel usado

De modo geral, o imóvel usado não oferece financiamento direto, o que exige que alguma alternativa nesse sentido seja buscada junto a um banco ou a uma administradora de consórcio, conforme veremos no próximo capítulo.

Além disso, é preciso considerar que imóveis usados podem apresentar defeitos que precisam ser consertados. Por exemplo, pode haver problemas com a pintura ou com os pisos, cujas correções representarão um custo adicional.

Por outro lado, com um custo menor do que o dos novos, os imóveis usados também solucionam o problema da moradia de imediato.

Defina a forma de pagamento

Para quem não tem dinheiro suficiente para fazer um pagamento à vista, existem as duas saídas para a obtenção de crédito, que veremos neste tópico.

1. Financiamento

O financiamento imobiliário é uma linha de crédito ofertada pelos bancos, sendo a mais comum à do Sistema Financeiro da Habitação (SFH). Para se habilitar ao crédito, o candidato ao financiamento precisa comprovar por meio de documentos:

- Renda compatível com o valor que deseja tomar emprestado;

- Ausência de restrições ao crédito (ou seja, que tem nome limpo); e

- Ausência de dívidas com a União.

No SFH, o mutuário pode usar o FGTS para pagar parte da dívida. Os limites de valores para os imóveis são de até R$ 950 mil no Distrito Federal e nos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e são Paulo e até R$ 800 mil nos demais estados.

Os juros do SFH são de 12% ao ano, menores do que o do mercado, e o dinheiro é liberado em cerca de 30 dias após o pedido.

2. Consórcio

Os consórcios imobiliários são oferecidos por empresas especializadas na administração desse tipo de sistema. Com eles, existe a vantagem de não haver a cobrança de juros e há a facilidade de adesão a um grupo sem a necessidade de análise de crédito ou outras burocracias, como ocorre com os financiamentos.

Pelo consórcio, a compra do imóvel é feita utilizando o valor de uma carta de crédito, que é entregue pela administradora por sorteio, por lance ou no final do período de duração do grupo. Portanto, quem não é sorteado e não dispõe de dinheiro para dar de lance precisa esperar até que o grupo seja encerrado para receber a carta de crédito e poder comprar o imóvel.

Documentação necessária para a compra da casa própria

Para que um imóvel seja negociado, de modo geral, é preciso reunir os documentos relacionados abaixo.

1. Do comprador

Cópia do RG e do CPF e comprovante de endereço.

2. Do comprador que for utilizar financiamento

Cópia do RG e do CPF e comprovante de endereço;

Comprovante de renda familiar compatível com o valor do financiamento;

Certidões negativas de débito com a União, de ações cíveis, de protestos, de ações na Justiça e de interdição, tutela e curatela;

Formulário preenchido da instituição financeira que concederá o financiamento.

3. Do vendedor, quando pessoa física

Cópia do RG e do CPF e comprovante de endereço;

Cópia da certidão de estado civil;

Cópia da escritura pública do pacto nupcial, se for o caso;

As mesmas certidões negativas exigidas do comprador.

4. Do vendedor, quando pessoa jurídica

Contrato social, se for sociedade por quotas, ou estatuto social atualizado, se for sociedade anônima;

Procuração lavrada em cartório, dando poderes ao representante da empresa para efetuar a venda;

Ata de eleição da diretoria, para sociedades anônimas;

Cartão de CNPJ;

Certidões negativas de dívidas com a União;

Certificado de regularidade junto ao CRS/FGTS.

5. Do imóvel

Título de propriedade e respectivo registro

Certidão dominial vintenária;

Certidão de ônus reais, que ateste que o imóvel está desembaraçado;

Certidão de habite-se, com Certidão Negativa de Débitos junto ao INSS averbada no Cartório de Registro de Imóveis;

Planta baixa;

Declaração de regularidade com o condomínio, se for o caso.

Consulte a credibilidade do dono do imóvel

A compra de um imóvel representa uma transação de valor elevado, que exige do comprador uma série de cuidados para evitar dores de cabeça futuras. Por isso, é preciso fazer consultas que atestem a credibilidade dos vendedores.

Se o vendedor for pessoa física, as certidões negativas que ele apresentar e o título de propriedade livre e desembaraçado são suficientes para atestar que não haverá nenhum problema na compra do imóvel. Neste caso, é preciso ter a certeza de que o imóvel não é motivo de qualquer disputa (como fazer parte de uma partilha de herança), o que deve ser consultado no cartório.

Se o vendedor for uma pessoa jurídica, também é possível atestar a idoneidade da empresa e do imóvel a partir da documentação que ela apresentar. Contudo, se estamos falando de um imóvel em construção, também é preciso investigar a credibilidade da construtora no que diz respeito ao cumprimento de prazos e à qualidade dos imóveis que ela entrega.

Como vimos neste manual, sair do aluguel é um sonho que pode ser alcançado, desde que a pessoa trace um planejamento correto e siga-o de maneira precisa. Também, vimos que é necessário tomar alguns cuidados, que evitarão problemas com a aquisição.

Seguindo este manual, estamos certos de que você conseguirá realizar o seu sonho da casa própria. Contudo, se restou alguma dúvida, fale conosco. Teremos prazer em ajudar!

Comprar a casa própria é um dos itens no topo da lista de desejos dos brasileiros, mas é um investimento a longo prazo que precisa de cuidados.

Segundo o Dreamcasa, comprar um imóvel requer planejamento e cuidados para a tão sonhada casa própria não se tornar uma grande dor de cabeça.

Os juros para compra de um imóvel no Brasil são dos mais baixos do mercado, mesmo porque o próprio bem é a garantia da compra. No entanto, ainda assim, os juros são elevados. No financiamento imobiliário, as taxas variam bastante, sendo que os menores juros são para financiamentos subsidiados em programas do governo.

Nos últimos anos tem sido cada vez mais fácil comprar imóveis. Porém, esse ainda é o sonho de muitas famílias, e, por ser uma grande aquisição, a decisão deve ser tomada com cuidado.

Neste artigo foram separadas 15 coisas importantes para você analisar antes de comprar um imóvel.

1- Conheça bem o local onde você vai morar. Veja se tem fácil acesso por rodovias e avenidas, se tem comércio próximo e segurança. Para conhecer bem o local, é importante que você ao menos passe na região do imóvel em horários diferentes, incluindo à noite e finais de semana, para analisar a agitação, movimentação e barulho.

2- Também ligado a região, verifique se o local é geograficamente adequado; se não existe histórico de enchentes e deslizamentos. Se for um lugar muito alto a tendência é ter muito vento e ser mais frio.

3- Se está comprando um imóvel novo, pesquise a respeito da construtora. Verifique se ela possui reclamações dos compradores, se costuma atrasar as obras e a idoneidade da mesma.

4- Se pretende comprar de uma pessoa que já mora no local, pergunte por que ela está se desfazendo do imóvel. Pergunte também aos seus futuros vizinhos se aconteceu algo que fez com que a pessoa quisesse sair de lá.

5- Analise na região o valor dos imóveis por metro quadrado. Isso servirá como base para você avaliar quanto vale o imóvel. Leve em consideração se já vem com mobiliário ou outras coisas que o valorize.

6- Se estiver comprando uma casa mobiliada, verifique quanto seria a compra sem os móveis. Em alguns casos, fica muito mais barato comprar a casa e os móveis separados.

7- Para não ter surpresas, é importante fazer um cálculo preciso de quanto será gasto com o novo imóvel. Podemos acrescentar o valor do condomínio, que muitas construtoras não informam. Lembre-se também dos valores de ligações de água, gás e eletricidade, que muitas vezes são cobrados.

8- Faça uma vistoria completa no imóvel. Verifique se todas as torneiras estão funcionando e se não há vazamentos. Veja se todas as tomadas e

instalações funcionam corretamente. Também verifique se o local é arejado e não possui mofo e procure rachaduras e falhas.

9- Verifique se o imóvel não tem dívidas atrasadas, como contas de consumo ou impostos. Mesmo que isso seja de responsabilidade do vendedor, pode lhe causar transtorno e complicações para quitar essas dívidas e reaver o valor desembolsado.

10- Verifique se há necessidade de fazer uma reforma. As construtoras geralmente deixam por conta do comprador coisas como o piso, pintura e acabamentos. No caso de uma casa usada, verifique se ela está pronta para habitação e se todo o acabamento lhe agrada.

11- Verifique se esse imóvel vai atender as suas expectativas futuras. Se existir o desejo de ampliação da casa, convide um engenheiro para lhe dizer se o terreno e o alicerce comportam tal ampliação.

12- Para a compra de um imóvel ainda existe uma burocracia muito grande como entrega de vários documentos e análises minuciosas do seu nome, dívidas etc. Então, antes de fechar o negócio, faça uma verificação se seu nome não tem restrições e se você possui todos os documentos que serão solicitados.

13- Pesquise se o banco tem um valor de financiamento pré-aprovado e também a taxa de juros que será aplicada. Você pode também fazer simulações de contratação em diversos bancos para ver qual é o mais atrativo.

14- Verifique todas as possibilidades de incentivo que você tenha direito, como programas do governo, diminuição de juros e utilização de FGTS. Além disso, é necessário uma parte de recursos próprios para despesas com taxas de transferência de imóvel e cartório. Então veja os valores para não ter surpresas.

15- Tire todas as suas dúvidas com o vendedor. Não se preocupe em ser chato. Não faça nenhum negócio no qual você tenha dúvida e fique atento às facilidades excessivas. Desconfie se estiver muito barato ou for muito fácil.

Sonhe alto, mas com os pés no chão.

Comprar a casa própria é o maior desejo de milhões de brasileiros. Afinal de contas, ter um imóvel e sair do aluguel tende a oferecer segurança e tranquilidade ao proprietário –principalmente nos momentos mais difíceis da vida, como a perda de um emprego ou até uma crise econômica generalizada.

Antes de sair comprando o primeiro imóvel que aparecer pela frente, no entanto, é fundamental que o comprador mantenha um bom

planejamento financeiro e atente-se a uma série de detalhes que, se não considerados, podem resultar em grandes erros e até mesmo estragar o sonho da casa própria.

Por isso, no artigo de hoje, listamos 5 coisas que você precisa saber antes de comprar uma casa nova. Continue a leitura e saiba como evitar dores de cabeça na hora de comprar seu primeiro imóvel.

1 – Conheça o processo de compra

Conhecer o processo de compra de um imóvel e se familiarizar com o processo de aquisição de uma casa ou apartamento é essencial para quem deseja comprar com segurança e evitar transtornos. Neste contexto, é preciso não apenas entender como funcionam os trâmites do negócio, mas também conhecer toda a burocracia envolvida no processo e à documentação exigida.

No caso dos imóveis usados, por exemplo, é preciso solicitar a matrícula atualizada da casa ou apartamento no cartório onde o registro foi feito, além de uma certidão negativa de tributos. Se a compra for de um imóvel em condomínio fechado, será preciso também verificar eventuais débitos de mensalidades ou multas com o síndico ou administrador do condomínio para evitar problemas após a compra do bem.

Conhecendo as exigências, as documentações e o trâmite da compra e venda, ficará muito mais fácil fechar um bom negócio e comprar a casa própria de maneira simples e sem complicações.

2 – Defina suas prioridades

Na hora de procurar um imóvel para comprar, é importante que o comprador de primeira viagem tenha em mente exatamente quais são suas necessidades e desejos em relação à sua futura casa. Em qual bairro procurar? Qual a metragem ideal para minhas necessidades? Quais características o imóvel deve possuir?

Todas estas perguntas devem ser respondidas antes de você sair por aí em busca do seu primeiro imóvel. Afinal, com as prioridades devidamente definidas, ficará muito mais fácil escolher a casa ou apartamento ideal para você e sua família.

Neste momento, vale a pena sentar-se com toda a sua família, a fim de identificar – juntos – todas as características que o seu primeiro imóvel deve ter, respeitando as necessidades e prioridades de cada um dos futuros moradores da casa ou apartamento. Faça deste momento um evento especial; afinal, a aquisição do primeiro imóvel é algo a ser comemorado sempre!

3 – Pesquise

Definidas todas as prioridades, é chegado o momento de pesquisar. Consultar sites e aplicativos de venda de imóveis e visitar imobiliárias na região onde você pretende adquirir sua casa podem ser pontos de partida interessantes para esta pesquisa.

Em sua busca, não se esqueça de informar todos os itens essenciais do imóvel que você procura, para que o resultado obtido pela busca esteja em linha com suas expectativas. Por exemplo, se você procura um apartamento de 100 metros quadrados, é fundamental que você procure apartamentos que tenham esta característica.

O mesmo vale caso você pesquise por meio de imobiliária ou corretor de imóveis. Informe sempre todas as características do que você procura, além do preço que pode pagar e escolha aquela opção que cabe no seu bolso e atende às suas necessidades de maneira geral.

Entre os principais sites para pesquisa de imóveis para compra e locação em todo o país está o Zap Imóveis, o site Mercado Livre, o Viva Real, entre outros. Sites de venda de casas e apartamentos regionais também podem ser uma boa opção nesta etapa.

4 – Atente-se ao orçamento

A questão do orçamento pessoal ou familiar merece atenção redobrada quando o assunto é a compra de um imóvel. Isso porque, para que a compra faça sentido, é primordial ter um planejamento financeiro adequado e um orçamento compatível com o objetivo a ser conquistado.

Por isso, ao comprar seu primeiro imóvel, nada de excessos: busque aquilo que se adéque ao seu orçamento e ao seu planejamento financeiro, principalmente quando a aquisição é realizada por meio de financiamento

Lembre-se que, ao comprar a casa própria financiada, você estará se comprometendo a pagar uma parcela desta compra por muitos e muitos anos – muitas vezes, por décadas. E é exatamente por conta desta situação que você deve tomar uma decisão pautada nas suas possibilidades financeiras

Afinal de contas, a compra do imóvel próprio deve ser um momento de alegria, celebração e felicidade, e não uma decisão tomada precipitadamente e sem cautela, que poderá lhe trazer ônus e dificuldades ao longo de toda a vida

5 – Peça ajuda

Se após todos estes passos você ainda estiver com dificuldades de escolher o melhor imóvel para comprar, vale a pena pedir ajuda a um corretor de imóveis. Ele é o profissional ideal para lhe auxiliar neste momento tão importante, seja para escolher a casa dos seus sonhos ou

até mesmo para negociar valores e lhe amparar no que se refere ao processo de compra em si.

Nestas horas, vale a pena buscar indicação de amigos e familiares que já tenham adquirido algum imóvel no passado e contado com a retaguarda de um corretor de imóveis de confiança. Em um momento tão especial como este, qualquer ajuda pode fazer toda a diferença!

Com planejamento, calma, cautela e muita pesquisa você conseguirá comprar a casa ou apartamento dos seus sonhos e evitará erros comuns que poderiam, no futuro, lhe trazer muitas dores de cabeça!

Comprar um imóvel é uma grande aventura. Esse é um ponto muito importante na vida das pessoas e por isso é comum que surjam diversas dúvidas na hora de adquirir o local que será chamado de lar.

É preciso estar certo de suas decisões e obter respostas a todos os seus questionamentos para evitar algum tipo de arrependimento após a aquisição do imóvel.

Pensando em ajudar você a tirar suas principais dúvidas em relação à compra de sua nova residência, criamos este guia completo com resposta para os principais pontos que possam infligir você. Boa leitura!

Comprar ou alugar? Eis a questão!

Em muitos casos realizar o aluguel é uma ideia melhor do que comprar um imóvel. Calma, não queremos afastar você do sonho da casa própria. Porém, quando falamos fazer um financiamento total, pode sair mais em conta economizar enquanto mora de aluguel do que pagar altos juros.

Contudo, a análise que faremos a seguir leva em conta apenas o ponto de vista financeiro. Sabemos que não basta apenas isso na hora de decidir se vai ou não comprar um imóvel nesse momento.

Nossa residência é, geralmente, a maior das despesas que faremos ao longo de nossa vida. Essa dívida pode perdurar por muitos anos chegando a durar por até trinta anos. Por conta disso, a decisão de financiar um imóvel é muito importante.

O custo é muito alto e os efeitos dessa decisão vão fazer parte de nossa rotina por muito tempo. Por conta disso é preciso analisar muito bem qual das duas opções trazem mais vantagens, comprar ou alugar.

Comprar Casa:

Ao ser o dono se sua própria residência você poderá pintar, reformar, furar, alterar o layout interno, trocar qualquer item dentro ou fora do imóvel, praticamente liberar toda a sua criatividade desde que possa pagar.

Além disso, temos a tranquilidade de ser o dono do teto sob o qual se descansa. Sem nenhum tipo de preocupação sobre o rompimento de contrato e a necessidade de mudança a qualquer tempo.

Há também a valorização do imóvel em relação ao tempo e local no qual foi adquirido. O mercado imobiliário desacelerou um pouco seu crescimento, porém ainda está se movendo rapidamente e com isso novas construções são criadas, valorizando outros imóveis.

Aluguel de casa:

Alugar também tem as suas vantagens. Contratos curtos permitem que você possa se mover quando bem entender, experimentando viver em várias partes da cidade antes de decidir por qual o melhor local para se estabelecer de vez.

Além disso, não é necessário um grande investimento logo no início, bastando que se realize o depósito do seguro-caução, geralmente o valor de um mês de aluguel, ou ainda existem outras opções como o seguro fiança, que garante a cobertura em caso de rompimento de contrato.

Outro ponto muito importante a ser levado em consideração é a questão dos valores pagos. Hoje, os aluguéis cresceram muito pouco em relação às prestações de um financiamento. Com isso, é mais fácil arcar com esse tipo de despesa do que com uma alta parcela.

Custo de oportunidade:

Chamamos de custo de oportunidade o valor que o dinheiro utilizado para a compra de um imóvel renderia em outra aplicação no mesmo tempo. Para exemplificar, vamos imaginar uma determinada residência com um valor de mercado de R$ 550.000,00 e esse mesmo imóvel está para alugar por R$ 3.000,00.

Ao dividirmos a taxa do aluguel pelo seu valor de mercado descobrimos que ela fica em torno de 0,55% do preço total do imóvel por mês. Agora basta comparar com as opções de investimento mais conservadoras, como poupança, tesouro direto e CDB.

Se a taxa de aluguel acabar se mostrando maior que o rendimento das aplicações e há dinheiro para comprar um imóvel à vista, é melhor que se realize o negócio, mas se os investimentos apresentarem rendimento maior, é melhor investir e permanecer no aluguel.

Você que está a procura de um imóvel aqui, considere venda casas em não só como uma moradia, mas também como potencial investimento para o futuro. Sobre investimento, fique atento ao mercado de imóveis e suas centenas de oportunidades. Utilize os filtros de busca do Dreamcasa e encontre o imóvel que deseja na medida certa para você.