192 Apartamentos para alugar em Praia Grande

Rua Meinacos, 60 - Tupi, Praia Grande - SP

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 66m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 66 66
Rua Vinte e Três de Maio, 59 - Mirim, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 1 Quartos, 50m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 0 1 1 50 80
Boqueirão, Praia Grande - SP

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 65m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 65 0
Rua Gago Coutinho, 256 - Aviação, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 2 Quartos, 66m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 0 1 1 66 85
Rua Pero Vaz de Caminha, 69 - Aviação, Praia Grande - SP

Apartamento para Aluguel com 1 Quartos, 49m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 0 1 1 49 0
Avenida General Marcondes Salgado, 212 - Aviação, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 1 Quartos, 55m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 0 1 1 55 0
Rua Martim Afonso de Souza, 669 - Aviação, Praia Grande - SP

Apartamento para Aluguel com 1 Quartos, 50m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 1 2 1 50 0
Rua João Ramalho, 1040 - Aviação, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 2 Quartos, 80m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 80 126
Rua Pedro Florindo, 153 - Vila Guilhermina, Praia Grande - SP

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 78m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 78 0
Avenida Marechal Hermes, 470 - Canto do Forte, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 1 Quartos, 60m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 1 2 1 60 0
Rua Pero Vaz de Caminha, 69 - Aviação, Praia Grande - SP

Apartamento para Aluguel com 2 Quartos, 89m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 89 0
Avenida Marechal Hermes, 470 - Canto do Forte, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 1 Quartos, 64m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 1 2 2 64 0
Rua Tapajós, 174 - Tupi, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 2 Quartos, 88m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 88 0
Avenida Marechal Hermes, 609 - Canto do Forte, Praia Grande - SP

Apartamento para Aluguel com 3 Quartos, 90m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 2 2 1 90 0
Avenida Presidente Castelo Branco, 4656 - Aviação, Praia Grande - SP

Apartamento para Aluguel com 1 Quartos, 54m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 1 2 1 54 94
Avenida Marechal Hermes, 609 - Canto do Forte, Praia Grande - SP

Apartamento para Aluguel com 3 Quartos, 90m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 2 3 1 90 0
Rua Alberto Santos Dumont, 148 - Vila Guilhermina, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 3 Quartos, 128m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 3 3 2 128 0
Avenida Presidente Castelo Branco, 4772 - Aviação, Praia Grande - SP

Apartamento para Aluguel com 3 Quartos, 124m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 1 2 2 124 303
Vila Guilhermina, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 1 Quartos, 46m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
1 1 1 1 46 77
Avenida Brasil, 921 - Vila Guilhermina, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 2 Quartos, 90m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
2 1 2 1 90 120
Vila Tupi, Praia Grande - SP

Apartamento para Venda/Aluguel com 3 Quartos, 210m²

Quartos Suites W.C. Vagas M2 M2T
3 3 5 3 210 210

Conheça a cidade de Praia Grande, SP e as oportunidades imobiliárias da região

Praia Grande é uma cidade do Estado de São Paulo, os bairros onde temos mais opções de imóveis para Aluguel são: Aviação, Vila Guilhermina, Tupi, Canto do Forte, Caiçara, Boqueirão, Maracanã, Mirim, Vila Caiçara, Vila Assunção, Jardim Real, Vila Tupi. Outras cidades deste estado com mais imóveis para Aluguel em nossa base são São Paulo, Santos, Piracicaba, Barueri, São José dos Campos, Ribeirão Preto, Cotia, Guarulhos, Bauru, Guarujá, Santo André, Araçatuba, Campinas, Indaiatuba.

Veja também outros tipos de imóveis para alugar em Praia Grande:

Apartamentos Praia Grande para alugar

Praia Grande completa 50 anos; conheça a história da cidade:

O município de Praia Grande, no litoral de São Paulo, completa 50 anos de emancipação político-administrativa. Antes disso, as terras pertenciam à vizinha São Vicente. Ao longo dos anos, no entanto, a cidade viveu um grande período de transformação e foi, de balneário que muitos visitavam só por um dia, ao município de grandes construções e a um dos destinos mais procurados do país.

A história e os investimentos fizeram com que o cenário mudasse de maneira rápida trazendo o desenvolvimento. Na década de 1990 eram 125 mil habitantes. Hoje, o número saltou para 340 mil. As escolas municipais tinham menos de 4 mil alunos e, agora, são 51 mil. Os idosos adotaram Praia Grande como lar. Cerca de 11% dos moradores têm mais que 60 anos.

Área rural deu lugar aos prédios e ajudaram no crescimento de Praia Grande (Foto: Marcelo Guedes/Prefeitura de Praia Grande)

Área rural deu lugar aos prédios e desenvolvimento (Foto: Marcelo Guedes/Prefeitura de Praia Grande)

O crescimento e a construção civil estão a todo vapor. Mesmo com 62% da área reservada à proteção ambiental, os investimentos e obras de infraestrutura não param. Em 2004 o município inaugurou uma Via Expressa com 21 viadutos, uma maneira de atravessar a cidade inteira sem parar em nenhum semáforo e também importante estrada de interligação com as principais rodovias da região.

Para se ter uma ideia de como mudanças ocorreram ao longo dos anos, a Associação Comercial de Praia Grande antes era Associação Agrícola Comercial. Isso porque no lugar dos prédios que atualmente identificam a área urbana, existia uma área rural, onde era produzido arroz, abacaxi e banana.

O que continua igual, no entanto, é a bela vista do mar. Mas, para manter a qualidade de vida da população, o prefeito Alberto Mourão (PSDB), que ocupa a cadeira de Chefe do Executivo pela quinta vez, destaca que é preciso olhar para o futuro e planejar para colher os frutos do desenvolvimento.

"Nós devemos chegar em 2024 com uma população em torno de 430 mil habitantes. E o grande desafio que a gente tem é como chegar lá nos próximos oito ou 10 anos sendo uma maior cidade em população com a mesma qualidade que nós conquistamos ao longo desses últimos 20 anos. Essa é a grande engenharia administrativa que fica deste governo para os próximos", salienta.

Por conta da metragem limitada, o piso foi revestido por um porcelanato que imita a madeira clara, o que garantiu uma maior sensação de amplitude. Já as soluções de marcenaria foram construídas com carvalho americano. Seguindo a decoração industrial, o teto exibe a laje de concreto aparente, deixando as tubulações elétricas à vista. Clique aqui para mais detalhes.

Um jovem casal paulistano convidou o escritório Design para dar vida ao novo apartamento de 70 metros quadrados, localizado no bairro de Vila Nova Conceição, em São Paulo. Seguindo as solicitações dos moradores, as arquitetas Karina Salgado e Marcella realizaram um projeto que refletiu o estilo de vida despojado e alegre do casal.

Para aproveitar cada cantinho do apartamento, as arquitetas optaram por integrar a cozinha com o living, misturando o estilo industrial com referências de decoração escandinava. Veja mais fotos e informações aqui.

Este apartamento de 53 metros quadrados fica no coração de Tel Aviv, em Israel, em um prédio que faz parte da chamada Cidade Branca – região onde há grande concentração de edifícios no estilo Bauhaus. O prédio foi construído há 85 anos e é caracterizado por pequenos apartamentos com tetos altos e janelas largas.

Os moradores, um jovem casal que trabalha em casa, queriam uma área de descanso e de trabalho com separação clara e privacidade preservada. O responsável pelo projeto foi o escritório RUST que teve o desafio de suprir essas duas necessidades distintas criando áreas de armazenamento e maximizando a entrada de luz natural, tudo em um espaço enxuto.

O sonho de muitas pessoas é sair da casa dos pais e ter uma casinha para chamar de sua, não é mesmo? Veja agora 11 dicas para decorar o seu apartamento alugado.

Como, provavelmente, esse lugar vai ser alugado, não haverá muitos móveis no espaço, o que deixa qualquer um com muita vontade de mudar totalmente o lugar.

Entretanto, na maioria das vezes, quando se mora em local alugado não é permitido fazer grandes mudanças na estrutura do apartamento, ou então não vale a pena o investimento, já que essa casa será temporária.

Dicas para decorar o seu apartamento alugado sem grandes investimentos ou reformas:

 O papel de parede é o grande curinga para a casa. Evitando pinturas, reformas e sujeiras, ele permite uma mudança no ambiente em um curto espaço de tempo. Além disso, é fácil de retirar e não causa danos às paredes, ou seja, é o ideal para quem mora de aluguel e quer mudar a cara da sua casa, porém temporariamente.

Obs.: cuidado ao aplicar o papel, por causa de bolhas. Não aplique o papel de parede sozinho; se necessário, contrate uma equipe de profissionais.

Assim como o papel de parede, o piso vinílico é o ideal para as pessoas que desejam mudar a cara do chão de casa, porém sem ter que mexer na construção.

A instalação e desinstalação são rápidas e o seu uso é imediato, além de ter um preço muito mais baixo do que trocar todo o piso.

As estantes e prateleiras são uma ótima opção para os ambientes onde há ausência de móveis.

Além de otimizar o espaço, ajudam a organizar e podem ser adquiridas a preços muito baixos do que os móveis planejados. Como eles não são fixos, você pode levá-los com você para a sua próxima casa.

As araras e os closets são excelentes móveis para compor um quarto. Muito mais baratas que os guarda roupas, elas são descoladas, lindas e ótimas para organização e visualização das roupas que você possui.

Os biombos funcionam muito bem para dividir espaços. Sabe aquele cômodo grande que pode servir tanto pra sala de tv como para sala de jantar, onde a separação dos espaços seria ideal para se ter dois cômodos? Biombos são a solução.

Os mancebos são ótimos produtos para organizar produtos que você usa sempre e não quer guardá-los, como uma jaqueta e bolsa.

Eles funcionam muito bem na sala ou no quarto, e evitam furação nas paredes para colocar penduradores ou algo do tipo.

Não abre mão de um vinho, porém mudou-se para algum lugar que não tem nenhuma adega? As adegas móveis e carrinhos de bar são para você.

Baratas e dispensando reformas, elas atendem muito bem para comportar bebidas e copos.

Alterar toda a parte elétrica de uma casa alugada não é tarefa fácil. Por isso, aposte nas luminárias de chão e nos abajures. Elas independem da fiação elétrica e dão um toque especial no ambiente.

Os tapetes são ideais para deixar o espaço mais aconchegante. Além disso, ele pode esconder imperfeições no chão, algo comum, caso o apartamento alugado seja antigo.

Baratos e de facílima colocação, os pôsteres deixam as paredes cheias de vida e personalidade.

Aqui, na Vero, temos a nossa hortinha, que é ótima para ficar na cozinha ou área de serviço. Como ela é empilhável, dá pra cultivar quantas plantas você quiser:

Muitos apartamentos, quando alugados, vêm ao inquilino na sua forma mais simples.

Sem móveis, ou apenas com os planejados, sobra um grande espaço para a criatividade tomar conta e deixar o novo ambiente a cara de quem estiver lá.

Entretanto, em muitos condomínios, ou até mesmo pelo dono, algumas regras são impostas, como não poder quebrar paredes, pintar, trocar azulejos e outras coisas que possam limitar a adaptação do novo lar.

Confira algumas dicas preparadas pela Hometeka de como ultrapassar essas barreiras e as coloque em prática para decorar seu apartamento alugado.

O papel de parede é uma das opções que surge para quem não pode alterar as cores originais do apartamento.

Cada vez mais fáceis de instalar e limpar, é possível fazer a própria aplicação dos papéis sem ajuda de um profissional, utilizando a cola própria. Apenas se recomenda que o material seja aplicado em uma parede acabada, com massa corrida e demão de tinta, além de ser uma superfície lisa, seca e sem imperfeições.

Há diversas estampas, com tamanhos, estilos e preços diferentes. Alguns inclusive imitam com perfeição ladrilhos hidráulicos, pedras, madeira e fibras.

Azulejos de cozinha e banheiros podem ser um problema. Por não haver possibilidade de reforma, a saída é conviver com eles.

Felizmente existem algumas soluções para amenizar a situação e trazer personalidade ao antiquado. Uma das principais são os adesivos de azulejos. Confira todas as outras.

Baratos e práticos, os adesivos são colados sobre os azulejos e possuem diversos estilos de estampa, inclusive imitando ladrilhos hidráulicos.

Os adesivos enchem o cômodo de estilo e sua aplicação é rápida, além de ser fácil de retirar e não deixar vestígios de um dia ter existido.

Confira como aplicar adesivos de azulejos, mas já adiantamos que você precisará de um estilete, uma espátula ou régua, álcool ou desengordurante e, é claro, criatividade.

Outra possibilidade de customização é pintar os azulejos com tinta époxi à base de água ou solvente.

Outra opção criativa e divertida de personalizar paredes é criando uma (ou mais) parede lousa.

O objetivo é fazer com que a parede se torne um espaço para anotações, desenhos e o que mais couber.

A forma mais viável, rápida e prática de criar sua parede lousa é utilizando papel autoadesivo preto. A Hometeka explica como.

A instalação de nichos e prateleiras é extremamente funcional, deixando o ambiente mais organizado e também bonito.

Podem ser instalados em banheiros – guardando produtos de higiene, roupas de banho e papel higiênico, cozinhas e lavanderias, para louças e talheres, potes, materiais de limpeza e outros utilitários -, em quartos – organizando seus pertences como acessórios, sapatos e roupas – e em salas, principalmente para decoração.

As araras são uma opção funcional e decorativa ao mesmo tempo. Surgem como uma solução para armários muito cheios ou para quem deseja praticidade na troca de roupas no dia a dia.

Simples e econômicas, podem ser compradas em lojas ou feitas artesanalmente a partir de materiais criativos, como bambu, canos, escadas e até cadeiras de praia. Dê preferência às opções móveis na hora de comprar ou de criar sua arara, para que o ambiente fique mais flexível.

A Hometeka já fez um guia completo sobre araras, closets e 21 imagens de inspiração.

A reutilização de materiais é uma tendência nos interiores de casas que desejam um ambiente confortável e sem gastar muito.

Os caixotes fazem parte disso e podem ser reutilizados como baús na decoração e no armazenamento de quartos e salas.

O mais interessante é que você mesmo pode personalizar de forma simples o seu caixote, adicionando rodinhas, pintando e transformando-o para outros fins. Isso tudo com a ajuda de um martelo e alguns pregos.

Saiba mais sobre caixotes e outras soluções baratas e rústicas, como pallets e carretéis.

A iluminação, caso não possa ser trocada, deve focar em formas alternativas e que não dependam diretamente da fiação elétrica.

Algumas opções que assim surgem são os abajures e luminárias de mesa ou de maior porte.

Uma solução criativa para a iluminação é deixar os cabos das luminárias e lâmpadas à mostra, mas de forma que colabore com a decoração do apartamento.

Os tapetes podem deixar o ambiente mais aconchegante e decorado. Além disso, podem ser a solução para disfarçar aquele piso mais antigo ou sem graça que você não pode trocar.

Atuando como isolante acústico, eles podem ser encontrados em diversos tamanhos, modelos e próprios para diferentes cômodos.

LEVAR PRA CASA

Caso não ache um na medida necessária, compre tapetes idênticos e os coloque lado a lado. Outra opção é investir num patchwork de estampas complementando o espaço do ambiente.

Cortinas podem conferir vida e personalidade ao ambiente, além de dar a impressão de o espaço estar mais ocupado.

As opções são muitas, entre diferentes tipos, comprimentos, texturas, pesos e cores. Confira um guia completo de cortinas para saber qual escolha é a mais adequada para seu apartamento.

Assim como os tapetes, cortinas podem deixar o cômodo mais aconchegante. Utilize-as em quartos, salas e cozinhas.

Deixando qualquer ambiente cheio de personalidade, os quadros e os pôsteres são ótimas soluções para transformar um ambiente vazio e sem graça sem muito trabalho.

A parede ideal para que eles estejam é naquela que se vê logo que se entra no local. E não há limitações quanto aos cômodos: eles podem enfeitar seu quarto, sala, banheiro, cozinha e até a lavanderia.

Mais uma solução para transformar as paredes do seu apartamento alugado é fazendo uso de adesivos.

De tamanhos pequenos a grandes, com diversas cores, formas e inscrições, os adesivos levam a sua identidade ao cômodo e podem facilmente ser retirados mais tarde.

Além de paredes, podem ser aplicados em armários, geladeiras, portas, janelas e outros locais.

LEVAR PRA CASA

Para sua instalação utilize uma régua para melhor aplicar sem que fiquem bolhas. Não é necessário nada mais além disso – apenas a criatividade.

Pequenos jardins trazem o verde para dentro do apartamento, deixando-o mais vivo e alegre.

Seja em quartos, salas, banheiros, cozinhas e lavanderias, plantas podem purificar o ambiente e aproveitam sua umidade.

Adquira espécies que possam viver sem luz direta e que não sejam venenosas.

Confira algumas ideias para criar um pequeno jardim em seu apartamento.

O seu apartamento pode estar com um piso que não te agrada muito, mas fazer a reforma e trocar o material nem sempre é possível nesse caso.

Uma opção prática e que solucionará sua demanda são os pisos vinílicos.

Algumas de suas vantagens são: resistência à água, são hipoalergênicos, antichamas, isolantes acústicos e podem ser aplicados reaproveitando os pisos já existentes.

Desde o início, o processo de ocupação de Praia Grande teve um fator fundamental, sua localização geográfica, situada entre as Vilas de São Vicente, da qual pertencia, e a Vila de Conceição de Itanhaém. Piaçabuçu, primeiro nome dado pelos indígenas à Praia Grande, do tupi "Porto-Grande" era conhecida também como "Caminho de Conceição de Itanhaém".

Já possuía um considerável núcleo populacional de caráter essencialmente agrícola nos séculos XVII, XVIII e XIX.

Segundo o primeiro recenseamento da Capitania de São Vicente, em 1765, entre as "Prayas de Taypus e Mongaguá", como era conhecido este trecho da orla, existiam muitos sítios na região e agricultores que utilizavam o trabalho de negros forros e escravos para produzir e abastecer as Vilas de São Vicente e Santos de produtos agrícolas e artesanais.

Pelos recenseamentos dos primeiros anos de 1800, os moradores daqui criavam algumas cabeças de gado e plantavam arroz, mandioca, cana-de-açúcar, milho, feijão, batata doce, abacaxi, pimenta, tomate, laranja e café. Cortavam árvores para produzir madeira e faziam chapéus de palha, aguardente e farinha, que vendiam parte nas vilas de São Vicente e Santos para comprar outros produtos que necessitavam.

 O transporte era feito por canoas que navegavam pelo rio Piaçabuçu, até o Porto do Piaçabuçu, atual bairro Caieiras. Desse ponto em diante, as pessoas seguiam caminho pela areia dura da praia em direção a Itanhaém. Outro caminho utilizado era sair do Porto do Tumiarú (São Vicente) e atravessar para o Porto do Campo, conhecido hoje como Portinho.

As primeiras décadas do século XX determinaram uma nova forma de ocupação e fixação na região com as construções da Fortaleza de Itaipu, em 1902; da Estrada de Ferro Santos-Juquiá, em 1912 e, principalmente, a construção da Ponte Pênsil em 1914, que durante muito tempo constituiu a principal via terrestre de acesso à Praia Grande, o que despertou o interesse de investidores imobiliários, atraídos pela faixa de 22,5 Km de praias contínuas.

Construída com a finalidade de defender a entrada do Porto de Santos... "Para implantação do conjunto de defesa projetado, havia necessidade de um local privilegiado de onde pudesse ser vista toda a baía... Logo após ter assumido a chefia da comissão, o Major Villeroy foi a Ponta do Itaipu, uma região de Praia Grande... e reconheceu militarmente o terreno..." (Muniz Júnior, J. – Fortaleza de Itaipu: edição especial do lº centenário – 1902-2002).

Para a construção, foram desapropriados, pelo Governo Federal, quatro sítios. O Sítio Itaipus, o Sítio Prainha, o Sítio Itaquitanduva e o Sítio Suá, sendo o Sítio Itaipus de propriedade de José Gonçalves de Aguiar, último Capitão Mor de São Vicente.

A partir dessa época, os sítios começaram a ceder lugar aos primeiros loteamentos, entre eles: Jardim Guilhermina, 1926, Jardim Matilde, 1925 e Cidade Ocian, 1953.

As transformações ocorridas a partir da década de 50 no desenvolvimento populacional e imobiliário, os interesses de lideranças políticas locais, o sentimento de isolamento e abandono em relação a Administração Vicentina, aliados a falta de infraestrutura e serviços básicos, foram os fatores que determinaram o início do movimento em prol da emancipação político-administrativa de Praia Grande.

A articulação local com lideranças de influência no âmbito estadual e a participação dos moradores, realizando um plebiscito em 1963, onde, dos 707 eleitores moradores, 680

votaram a favor da Emancipação, levaram o Supremo Tribunal Federal a legitimar o desmembramento de Praia Grande do Município de São Vicente em 26 de outubro de 1966.

Em janeiro de 1967, com a posse do interventor Federal Nicolau Paal, é instalado oficialmente o Município de Praia Grande.

Nas três décadas seguintes, principalmente com a construção da Rodovia dos Imigrantes, em 1974, um processo de ocupação e turismo extremamente veloz e desordenado transforma a paisagem da cidade.

A partir dos anos 90, as condições de vida de moradores e turistas começaram a sofrer mudanças qualitativas significativas com a realização de grandes investimentos de reurbanização, infraestrutura e na humanização da cidade.

Quanto aos antigos sítios, permanecem na memória e na História da cidade, que se constrói a cada dia.

Proteger as árvores, animais, rios e mares é um dever cívico. Faça sua parte, todos seremos responsabilizados pelo que estamos fazendo de mal a natureza.

Histórico:

A história da sua formação está intimamente ligada à de São Vicente, da qual foi Distrito

até 1966, quando o Supremo Tribunal Federal, examinando recurso extraordinário pela

municipalidade de São Vicente, deu ganho de causa ao Município de Praia Grande, concedendo-lhe autonomia. A Lei Estadual no

 8092, de 28 de fevereiro de 1964, já havia determinado a

emancipação, não fora a citada medida judicial.

Essa emancipação, contudo, foi fruto de longa luta, iniciada no bairro de Solemar, em

1953, por Júlio Secco de Carvalho, sustentada mais tarde por Oswaldo Toschi, por Nestor Ferreira

da Rocha, e seguida por centenas de outros nomes da sociedade local, políticos, profissionais

liberais, etc., junto ao Governo do Estado, Assembleia Legislativa e mais tarde, na Justiça do

Estado e Federal.

O progresso de praia Grande está também ligado ao nome da família Andraus, que

idealizou e construiu o bairro de Cidade Ocian, um, dos mais promissores empreendimentos

modernos no povoamento da região, implantando sobre sítio inóspito, dominado mangues, antes

propriedade remanescente da família de Maria da Conceição e Silva, herdada de seus

antepassados no século XIX.

 O topônimo Praia Grande decorre da extensa praia - cerca de 40 quilômetros - que lhe

serve de divisa territorial, e que os primitivos habitantes já chamavam de “peaçabuçu”, o porto grande.

Gentílico: praia-grandense

Formação Administrativa:

Distrito criado com a denominação de Praia Grande, pela lei estadual nº 5285, de 18-02-

1959, criado com terras desmembradas do distrito de distrito de Solemar, subordinado ao

município de São Vicente.

Elevado à categoria de município com a denominação de Praia Grande, pela lei estadual nº

8092, de 28-02-1964, desmembrado de São Vicente. Sede no atual distrito de Praia Grande (ex localidade). Constituído de 2 distritos: Praia Grande e Solemar, ambos desmembrados do

município de São Vicente. Instalado em 19-01-1967.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 2 distritos:

Praia Grande e Solemar.

Conheça a cidade de Praia Grande, SP e as oportunidades imobiliárias da região:

Praia Grande é uma cidade do Estado de São Paulo, os bairros onde temos mais opções de imóveis para Aluguel são: Canto do Forte, Aviação, Tupi, Vila Guilhermina, Caiçara, Maracanã, Boqueirão, Ocian, Mirim, Vila Tupi, Vila Assunção, Balneário Flórida, Vila Antártica, Jardim Imperador, Jardim Real. Outras cidades deste estado com mais imóveis para Aluguel em nossa base são São Paulo, Santos, Barueri, Cotia, Guarulhos, Araçatuba, Guarujá, Taboão da Serra, Santana de Parnaíba, Indaiatuba, Jacareí, Valinhos, São Bernardo do Campo, São Vicente.

Você que está a procura de um imóvel aqui, considere aluguel apartamentos em Praia Grande não só como uma moradia, mas também como potencial investimento para o futuro. Sobre investimento, fique atento ao mercado de imóveis e suas centenas de oportunidades. Utilize os filtros de busca do Dreamcasa e encontre o imóvel que deseja na medida certa para você.